WSON – WILSON SONS LTD.

WSON3

RI: ri@wilsonsons.com.br

Site: http://ri.wilsonsons.com.br/

A Wilson Sons Limited (“Wilson Sons” ou “Company”) é um dos maiores operadores integrados de logística portuária e marítima e soluções de cadeia de suprimento no mercado brasileiro, com mais de 170 anos de experiência. A Companhia conta com uma rede com amplitude nacional e presta uma gama completa de serviços para os participantes do comércio internacional, em particular no setor portuário e marítimo. As principais atividades da Wilson Sons são divididas em seis negócios: terminais portuários, rebocagem, logística, agenciamento marítimo, offshore e estaleiros.

Terminais Portuários. A Wilson, Sons é a terceira maior operadora de terminais de container do Brasil. A Companhia opera dois dos principais terminais de contêiner brasileiros, situados nos portos de Rio Grande do Sul e da Bahia, sob concessões outorgadas pelas autoridades portuárias pelo prazo de 25 anos. As concessões foram outorgadas em 1997 e 2000, respectivamente, podendo cada qual ser renovada pelo prazo adicional de 25 anos. Os serviços prestados em seus terminais consistem principalmente no carregamento e descarregamento das embarcações e na armazenagem de carga. A Wilson, Sons movimenta quase a totalidade dos containers desses dois portos, e foi responsável por 11% (2009) da movimentação total de contêineres do País. A Companhia, através de sua subsidiária Brasco, também opera terminais de apoio logístico integrado para a indústria de óleo e gás. Atualmente, a empresa possui bases de apoio localizadas em Niterói, Rio de Janeiro, e Guaxindiba (RJ); São Luís (MA); e Vitória (ES). A Companhia é a segunda maior operadora desse tipo de terminais no Brasil.

Rebocagem. A Companhia é o principal operador de serviços de rebocagem na costa brasileira, atuando nos principais portos do País com uma frota de mais de 70 rebocadores, a maior frota na América do Sul. A Wilson Sons acredita, com base em controles internos, que detém participação de cerca de 50% no mercado brasileiro de rebocagem, que consiste no apoio a manobras, atracação e desatracação de navios nos portos. Em razão da restrição à utilização de embarcações estrangeiras no mercado de apoio portuário brasileiro, a Companhia acredita que seja crucial para esse negócio o acesso a estaleiros locais confiáveis e que tenham capacidade de atender a demanda. Por essa razão, a Wilson Sons considera seu estaleiro no Guarujá uma importante vantagem competitiva. A Companhia presta ainda serviços complementares, como suporte a operações de salvatagem, apoio a indústria de óleo e gás, suporte a construção de plataformas e outras operações especiais as quais envolvem combate a incêndio em alto mar, desencalhe de embarcações e rebocagem oceânica.

Logística. A Wilson, Sons oferece soluções integradas e customizadas de cadeia de suprimentos, para sua ampla base de clientes nacionais e multinacionais que operam no Brasil. As operações da Companhia incluem serviços de transporte, armazenagem e distribuição. O segmento de logística da Wilson Sons concentra-se em três áreas principais: logística industrial, armazenagem e distribuição, e transporte multimodal, o qual envolve os modais marítimo e ferroviário. Nos últimos seis anos, a receita do seu segmento de Logística aumentou à uma taxa de crescimento anual composta maior do que a da própria indústria.

Agenciamento Marítimo. A Companhia é a mais antiga e a principal agência marítima independente brasileira. A Wilson, Sons presta serviços de agenciamento a armadores nos principais portos do País, e é a única agência marítima independente com cobertura nacional, por meio de mais de 20 escritórios. Esses serviços incluem representação comercial, documentação, controle de contêineres e outros serviços às embarcações nos portos onde opera.

Offshore. Através da joint venture Wilson, Sons Ultratug Offshore, da qual a Wilson, Sons detém 50%, a Companhia opera embarcações que prestam serviços de apoio marítimo à exploração e produção de petróleo e gás. As embarcações do tipo PSV transportam equipamentos, lama de perfuração, tubos, cimento, alimentos e outros materiais, no trajeto entre a plataforma offshore e os terminais portuários. Atualmente, a Wilson, Sons opera embarcações PSV nos termos de contratos de longo prazo com a Petrobras e terá um total de 14 embarcações desse tipo até 2012 sob contratos de longo prazo com a Petrobras. Todas as embarcações PSV são construídas no seu próprio estaleiro, no Guarujá.

Estaleiros. A Companhia possui e opera seu próprio estaleiro no Guarujá, no Estado de São Paulo. O estaleiro é responsável pela construção e manutenção de suas embarcações, o que lhe permite atender às restrições regulatórias no mercado de apoio portuário brasileiro, representando uma importante vantagem competitiva. Dois projetos adicionais de estaleiro estão em andamento: o primeiro será a expansão do estaleiro no Guarujá, que dobrará a capacidade existente hoje; o segundo será instalado na cidade de Rio Grande (RS). Esses projetos têm previsão de entrarem em operação em 2012 e 2015, respectivamente.

Anúncios