AFLT – AFLUENTE TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA S/A

BMFBovespa: AFLT3

A Afluente T foi constituída em 18 de Agosto de 2008, originalmente sob a denominação de Imanisse Participações S.A., com o único objetivo social de participar em outras sociedades na condição de acionista ou quotista.

Em 31 de dezembro de 2008, a Neoenergia S.A. adquiriu a totalidade das ações de emissão da Afluente-T, com o propósito único e exclusivo de utilizar tal companhia no processo de reorganização das atividades econômicas da Afluente Geração de Energia Elétrica S.A.(“Afluente-G”, atual denominação da Afluente Geração e Transmissão de Energia Elétrica S.A.), agilizando, assim, aspectos práticos relativos a tal reorganização, como a submissão prévia à Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL e obtenção da necessária aprovação para realização dessa operação.

A operação referida acima foi estruturada de forma a permitir a reorganização das atividades de geração e transmissão de energia elétrica até então desenvolvidas exclusivamente pela Afluente G&T, operando-se a cisão parcial dessa companhia com a versão, para a Afluente-T, dos ativos e passivos relativos às atividades de transmissão de energia elétrica.

A Afluente Transmissão de Energia Elétrica S.A. é composta por três subestações denominadas de Tomba, Brumado II e Itagiba e das Linhas de Transmissão 230 kV Funil- Itagibá, Itagibá-Brumado II, Camaçari II-Polo-Ford, Tomba-Governador Mangabeira e 138 kV Funil-Poções, todas localizadas no estado da Bahia. Os ativos de transmissão integram a Rede Básica, com potência instalada de 500 MVA, sendo 300 MVA na SE Tomba, em Feira de Santana, e 200 MVA na SE Brumado II, município do mesmo nome. As linhas de transmissão tem uma extensão total de 445 Km.

http://www.neoenergia.com/ri/index.asp?m=pages_contextos&d=Afluente_T&b=EG