BRSR – BCO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL S.A.

BRSR3

RI: http://ri.banrisul.com.br/banrisul/web/sendMail.asp?idioma=0&conta=28&tipo=8222&id=0

Site: http://ri.banrisul.com.br/banrisul/web/default_pt.asp?idioma=0&conta=28

Estabelecido em 1928, o Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. (“Banrisul” ou “Banco”), banco múltiplo controlado pelo Estado do Rio Grande do Sul, está entre as 7 maiores instituições financeiras do Brasil em número de agências e em depósitos totais, segundo dados do Banco Central, e é líder no mercado regional.

No primeiro semestre de 2013, a Rede de Atendimento Banrisul atingiu 1.319 pontos, distribuídos em 485 agências, dos quais 444 no Rio Grande do Sul, 26 em Santa Catarina, 13 nos demais estados brasileiros, 2 no exterior, 235 Postos de Atendimento Bancário e 599 Pontos de Atendimento Eletrônico. Ao longo desse semestre, foram efetivadas 5 aberturas de agências e 12 transformações de postos em agências, com maior concentração no interior do Estado, onde ocorreram 13 inaugurações.

O Banrisul oferece uma variada gama de produtos e serviços financeiros, como, operações de (i) crédito pessoal (incluindo crédito direto ao consumidor e consignado em folha de pagamento), (ii) crédito imobiliário, (iii) financiamentos de longo prazo com recursos próprios e com recursos obtidos de instituições governamentais, (iv) linhas de crédito para agricultura e pecuária, (v) linhas de crédito empresarial, (vi) poupança, depósito à vista e depósito a prazo e (vii) administração de recursos de terceiros.

Anúncios

13 comentários sobre “BRSR – BCO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL S.A.

  1. Banrisul tem queda de 70,8% no lucro do 3T16

    Fechou o 3T16 com lucro líquido de R$ 105,0 milhões, contra R$ 359,3 milhões no 3T15 (-70,8%). Já nos 9M16 o lucro foi de R$ 494,6 milhões, contra R$ 699,3 milhões nos 9M15 (-29,3%). A performance do 3T16 foi impactada pela expansão das despesas com provisões para perdas de crédito, diante do pressionamento da inadimplência, sobretudo em pessoa jurídica, bem como pelo avanço das despesas administrativas. Considere-se, ademais, que a carteira de crédito recuou 3,9% em doze meses findos em setembro de 2016, ao atingir R$ 30.147 milhões.

    Curtido por 1 pessoa

  2. ​Banrisul (BRSR6): A S&P Global Ratings rebaixou os ratings de longo prazo do Banco na escala global e na escala nacional Brasil. A perspectiva é negativa. Segundo a agência, os ratings do Banrisul refletem a revisão de sua posição de negócios moderada e sua concentração no Rio Grande do Sul. Os ratings espelham ainda a avaliação de capital e rentabilidade moderada do banco, considerando seu índice de capital ajustado pelo risco (RAC) projetado em 5,7%, sua posição de risco moderada, dado o enfraquecimento de suas métricas de qualidade de ativos, e sua avaliação de funding “acima da média” e liquidez “adequada”.

    Curtir

    • Banrisul (BRSR6): A agência de classificação de risco Standard & Poor’s (S&P) colocou o rating em escala global do banco, bem como seu rating em escala nacional, em observação negativa, com potencial para possíveis rebaixamentos. “Nós classificamos o Banrisul como uma entidade relacionada ao governo, com uma ligação limitada ao governo, que decorre das incertezas sobre a capacidade do governo de apoiar esse tipo de empresa”, diz a agência em relatório divulgado ​ontem.

      Curtir

  3. O Banrisul registrou lucro líquido de R$ 150,1 milhões no segundo trimestre, com queda de 30% em 12 meses. O resultado sofreu o impacto de R$ 173,8 milhões em despesas com a reestruturação dos planos de benefícios pós-emprego da Fundação Banrisul de Seguridade Social, efeito que não ocorrerá nos próximos trimestres.

    Curtir

    • (+) Banrisul (BRSR6): Desempenho relevante, patamar de preço chama atenção.
      Flash |

      Lucro Líquido: Os eventos extraordinários (PAI e Fundação), líquido do benefício fiscal de R$ 135,9
      milhões, geraram impacto líquido negativo de R$ 132,7 milhões no resultado do período. O lucro
      recorrente do 2T14 alcançou R$ 222,7 milhões, 3,6% acima do apurado no 2T13 e 61,4% maior que o
      registrado no 1T14.
      Carteira de crédito: Totalizou R$28.062,4 milhões em junho de 2014, saldo 11,4% ou R$ 2.880,0
      milhões acima do alcançado em junho de 2013, crescimento de 5,3% ou R$ 1.410,4 milhões na
      comparação com dezembro de 2013 e aumento de 3,0% ou R$ 810,2 milhões em relação a março de
      2014.
      Evento não Recorrente: Para estimular a saída de empregados em condições favoráveis, o Banrisul,
      no dia 7 de janeiro, deflagrou o Plano de Aposentadoria Incentivada – PAI, até 31 de dezembro de
      2014. O prazo de adesão estendeu-se até março. Os desligamentos foram efetivados até 30 de junho.
      Aderiram ao PAI, 554 pessoas. As exonerações somaram 510 empregados. Os incentivos pagos no
      âmbito do PAI totalizaram R$64,1 milhões, evento demonstrado, para fins gerenciais, como não
      recorrente.
      Provisões com crédito: Somaram R$ 337,9 milhões no 1S14, com redução de R$ 11,4 milhões frente
      ao fluxo apurado no 1S13. No 2T14, as despesas de provisão registraram retração de R$ 11,4 milhões
      frente ao 2T13 e redução de R$ 54,9 milhões em relação ao 1T14.
      Mesmo com uma concorrência mais acirrada no segmento de crédito consignado, a instituição
      conseguiu estancar a perda de desempenho observado em momentos anteriores, convergindo para
      um retorno sobre o capital de 18% (vide tabela). Neste sentido, sob a ótica de preço x retorno, o
      grupo segue em patamar atrativo (0,8 P/BV E2015). Não temos exposição ou recomendação de
      compra para o ativo. Porém, com a performance apresentada, podemos considerar a tendência
      positiva em termos de ganho de capital.

      Curtir

  4. Resultado 1T14
    LL 78 M -62% x 1T13

    O lucro líquido alcançado, no primeiro trimestre de 2014, somou R$77,8 milhões. O lucro líquido recorrente foi de R$137,9 milhões, 32,6% abaixo do registrado no 1T13 e 27,0% abaixo do apurado no 4T13. A rentabilidade anualizada é de 11,1%
    sobre o patrimônio líquido médio
    A margem financeira apurada no 1T14, R$869,2 milhões, apresentou queda de R$38,8 milhões ou 4,3% em relação ao fluxo contabilizado no 1T13 e redução de R$37,2 milhões ou 4,1% em relação à performance registrada no 4T13. A margem financeira do 1T14 vs 1T13, proveio, especialmente, do aumento das despesas com captação no mercado, R$475,5 milhões, efeito não absorvido pelo aumento das receitas de intermediação financeira, R$371,1 milhões, e pela redução de despesas com empréstimos, cessões e repasses, R$65,6 milhões. Em relação ao 4T13, a queda de margem reflete o período sazonalmente de menor ritmo de crescimento do crédito, face ao menor número de dias úteis.
    As despesas administrativas recorrentes apresentaram aumento de R$97,3 milhões ou 18,2% comparados os períodos 1T14 vs 1T13. No último trimestre, essas despesas apresentaram redução de R$18,4 milhões ou 2,8% frente ao 4T13. Em relação ao 1T13, outras despesas administrativas responderam por R$52,8 milhões do incremento total, motivadas, especialmente,
    pelas despesas com os canais de venda crédito consignado. Despesas de pessoal recorrentes apresentaram expansão de R$44,6 milhões,

    http://ri.banrisul.com.br/banrisul/web/download_arquivos.asp?id_arquivo=8A992536-2A45-43A3-8759-DAF553DD9126

    Péssimo resultado .

    Curtir

  5. Resultados 4T13 e 2013
    LL 189MM -1,32% x 4T12 / LL2013 791MM -3,37% x 2012

    -> A rentabilidade sobre o patrimônio líquido atingiu 16,2% e a margem financeira anualizada sobre ativos rentáveis, 7,8%;
    -> O resultado de 2013 evidencia o aumento com as despesas com juros, e despesas administrativas, dentre outros;
    -> O resultado do 4T13 reflete o crescimento do resultado de tesouraria, cambio e crédito, em 22,7%;
    -> O índice de eficiência alcançou 52,9% no ano de 2013;
    -> O crédito comercial pessoa física alcançou saldo de R$9.915,8 MM em dezembro de 2013;
    -> O crédito comercial pessoa física alcançou saldo de 8.616 MM em dezembro de 2013;
    -> Os ativos totais somara, 53.210MM em dezembro de 2013;
    -> A inadimplência acima de 60 dias alcançou 3,8% das operações de crédito em dezembro de 2013;

    Curtir

  6. Resultado 3T13
    LL 183M -11,8% x 3T12

    -> O Banrisul registrou lucro líquido de R$602,7 milhões nos noves meses de 2013, 3,9% ou R$24,5 milhões abaixo do resultado apurado no mesmo período de 2012. No 3T13, o lucro líquido somou R$183,0 milhões, 11,8% ou R$24,6 milhões abaixo do contabilizado no 3T12 e 14,9% ou R$32,0 milhões abaixo do registrado no 2T13. A rentabilidade anualizada sobre o patrimônio líquido médio atingiu 17,0% e a margem financeira anualizada sobre ativos rentáveis, 8,0%.
    -> No acumulado dos nove meses de 2013, o desempenho foi impactado pela expansão de despesas administrativas (R$242,5
    milhões), pelo crescimento das despesas com operações de captação no mercado (R$113,3 milhões), pela redução do resultado
    de tesouraria (TVM e derivativos, em R$95,5 milhões), pela estabilidade das receitas de crédito, arrendamento mercantil e
    transferência de ativos, que apresentaram queda (R$28,3 milhões), movimento minimizado pela diminuição das despesas
    com empréstimos, cessões e repasses (R$176,4 milhões), pela retração das despesas com provisões de crédito (R$143,7 milhões),
    e pelo incremento em receitas de prestação de serviços e tarifas (R$132,4 milhões).
    -> O desempenho do 3T13 frente ao resultado do 3T12 reflete a expansão das receitas da intermediação (R$330,5 milhões),
    parcialmente absorvida pelo aumento das despesas de intermediação (R$257,9 milhões), e a trajetória ascendente das
    rendas de tarifas e serviços (R$58,7 milhões), compensada pelo crescimento das despesas administrativas (R$116,6 milhões) e pela variação desfavorável de outras receitas/ despesas operacionais (R$ 31,5 milhões).
    -> Em relação ao trimestre anterior, o resultado do 3T13 evidenciou a queda do resultado bruto da intermediação financeira (R$19,1 milhões), face ao aumento das despesas com captação, à elevação das despesas com provisão para crédito, e à expansão das despesas administrativas (R$64,8 milhões), compensados, parcialmente, pelo crescimento das rendas de serviços e tarifas (R$25,6 milhões) e pela variação favorável das outras receitas/despesas operacionais (R$11,9 milhões).

    Curtir

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s