ALSC – ALIANSCE SHOPPING CENTERS S.A.

 

ALSC3

RI: ri@aliansce.com.br

Site: http://ri.aliansce.com.br

A Aliansce Shopping Centers S.A. (“Aliansce” ou “Companhia”) é uma das empresas líderes do setor de Shopping Center e a segunda maior administradora de Shoppings do Brasil dentre as quatro empresas de capital aberto do setor em termos de números de shoppings administrados.

As principais atividades da Aliansce são as participações em Shopping Centers e a prestação de serviços no segmento de Shopping Centers, que envolve: (i) a administração de Shopping Centers; (ii) a comercialização de espaços de Shopping Centers; e (iii) o planejamento e desenvolvimento de Shopping Centers. A Companhia é uma empresa full service com atuação em todas as fases de implementação de Shopping Centers, desde o planejamento (estudo de viabilidade do empreendimento), desenvolvimento do projeto, lançamento do Shopping Center, até o gerenciamento da estrutura e gestão financeira, comercial, jurídica e operacional.

O portfolio da Aliansce inclui Shopping Centers localizados nas cinco regiões brasileiras e direcionados a todas as faixas de renda. No início de 2013, a Companhia possuía participação em dezessete Shopping Centers em operação que totalizam mais de 600 mil m² de ABL, incluindo o Boulevard Vila Velha e Nações Bauru, inaugurados em novembro de 2012. O portfolio também inclui participação no Parque Shopping Maceió, no Shopping Parangaba (aquisição sujeita ao cumprimento de condições estabelecidas em contrato) e na torre comercial Boulevard Corporate tower, que serão inaugurados em 2013. Além dos Shoppings nos quais a Companhia possui participação, exceto pelo Shopping Santa Úrsula, a Aliansce administra nove Shopping Centers em todo o país.

A Aliansce acredita que seus Shopping Centers são referência como polo de consumo e lazer para os públicos que visam atingir, bem como de boa oportunidade de negócios para os lojistas. Além disso, os Shopping Centers nos quais a Companhia participa possuem grande potencial de expansão, o que possibilitará atender, de maneira rápida e eficiente, uma demanda cada vez maior do mercado a um custo inferior ao custo de desenvolvimento de um novo Shopping Center. Não obstante, paralelamente à expansão de seus Shoppings, a Aliansce continuará a buscar oportunidades de desenvolvimento de novos empreendimentos e aquisições.

Anúncios

11 comentários sobre “ALSC – ALIANSCE SHOPPING CENTERS S.A.

  1. Aliansce apresenta resultados do 3T16

    Reverteu o lucro de R$ 115 milhões do 3T15 em prejuízo de R$ 11 milhões, explicado pelo fato de que no 3T15 ocorreu a alienação do Santana Parque Shopping. No 3T16 não houve nenhuma alienação relevante de ativo e o resultado foi afetado negativamente pela desaceleração no ritmo de crescimento da receita com aluguéis e também com o aumento dos custos com condomínio.

    Curtir

  2. Lucro da Aliansce cai 59% no segundo trimestre e fica em R$ 1,6 milhão

    A Aliansce Shopping Centers registrou um lucro líquido atribuído a sócios da empresa controladora de R$ 1,6 milhão no segundo trimestre, numa queda de 59% em relação a igual período de 2015.

    O lucro atribuído a sócios não controladores foi de R$ 2,3 milhões de abril a junho, queda de 30% na comparação anual. O lucro consolidado somou R$ 3,9 milhões, baixa de 46%.

    A receita líquida da companhia recuou de 1,3%, para R$ 118,3 milhões, no período.

    Curtir

  3. Resultados do 1º Trimestre de 2014 – Demonstrativo Consolidado
    LL R$ 5,239 M -13,5% x 1T13
    LL R$ 20,96 M -26,6% x 1T13 (Ajustado)

    DESTAQUES

    As informações financeiras destacadas abaixo são gerenciais, baseadas nas demonstrações financeiras consolidadas da Companhia.

    * As vendas nos shopping centers da Aliansce cresceram 20,5% no 1T14 em relação ao mesmo período do ano anterior. As vendas nas mesmas lojas (SSS) apresentaram crescimento de 7,7% no 1T14. As vendas nas mesmas áreas (SAS) cresceram 8,6% no trimestre, resultado da melhora contínua do mix de lojas dos nossos shoppings. Os indicadores SSS e SAS do 1T14 foram afetados pela sazonalidade da Páscoa. Em abril de 2014, o crescimento das vendas mesmas lojas (SSS) foi 11,4%.

    * A receita líquida da Companhia atingiu R$117,3 milhões no 1T14, crescimento de 13,2% em relação ao 1T13.

    * O aluguel por m² cresceu 5,0% e os aluguéis mesmos shoppings por m² cresceram 7,1% no 1T14. Os aluguéis nas mesmas lojas (SSR) e mesmas áreas (SAR) apresentaram crescimento de 8,7% no trimestre. Os indicadores também foram afetados pela falta de uma base comparável. Em abril de 2014, o crescimento dos aluguéis mesmas lojas (SSR) foi 11,9%.

    * NOI de R$99,9 milhões no 1T14, um crescimento de 13,2% em relação ao 1T13. NOI mesmos shoppings cresceu 8,8%.

    * EBITDA ajustado de R$79,6 milhões no trimestre, um aumento de 14,1% em comparação ao 1T13. A margem EBITDA ajustado teve um crescimento de 0,5 p.p. no trimestre, atingindo 67,9%.

    * FFO ajustado atingiu R$38,9 milhões no 1T14. A margem FFO ajustado foi de 33,2% no 1T14.

    * Taxa de ocupação do portfolio de 97,4% no final do 1T14, 0,2 p.p. superior ao 4T13 e 0,3 p.p. acima do apresentado no mesmo período do ano anterior. A taxa de ocupação dos ativos com menos de 5 anos de operação aumentou 1,5 p.p. nos últimos 12 meses, atingindo 95,3%.

    * O CAPEX da Companhia foi R$78,7 milhões no 1T14, incluindo aquisições de participações e terrenos, além dos investimentos em manutenção e revitalização do portfolio.

    * Em 24 de janeiro de 2014, a Companhia concretizou a compra de 10% de participação no Boulevard Shopping Nações Bauru, consolidando a participação no shopping em 100%. A ABL própria da Companhia aumenta em 2,7 mil m². O aumento de participação foi avaliado em R$23,0 milhões. A Companhia estima o cap rate de 3º ano de 9,9% e a TIR real e desalavancada de 14,9% a.a.

    * Em 27 de fevereiro de 2014, a Companhia anunciou a venda da Torre Boulevard Corporate Tower anexa ao shopping Boulevard Belo Horizonte por R$187,5 milhões. O preço de venda está sujeito a eventuais ajustes, a serem apurados com base no valor da alienação futura pelo comprador no prazo de até 3 anos. A expectativa da Companhia é de uma potencial valorização do imóvel neste prazo, com base nas perspectivas de locação da torre. Além de reforçar o caixa, a venda do Boulevard Corporate Tower está alinhada com a estratégia da Aliansce em focar suas atividades no desenvolvimento e administração de shopping centers regionais e dominantes e em monetizar ativos considerados não estratégicos.

    * Em 30 de abril de 2014, na Assembleia Geral da Aliansce, os acionistas da Companhia elegeram o Sr. Delcio Lage Mendes como Presidente do Conselho de Administração da Companhia em substituição ao Sr. Renato Feitosa Rique, que permanece como membro do Conselho de Administração. Adicionalmente, foram eleitos os Srs. Rafael Sales Guimarães e Bruno de Godoy Garcia como conselheiros independentes. Na mesma data, o Comitê Fiscal da Aliansce foi instalado com 3 membros efetivos e 3 membros suplentes.

    http://www.mzweb.com.br/aliansce/web/download_arquivos.asp?id_arquivo=1408E04C-714C-4165-BF7E-6429590A72B1

    Resultado Regular. A empresa teve lucro, mas não cresceu. Teve uma queda de 13,5% no LL em relação ao trimestre passado. Tiveram crescimento nas receitas, mas os altos custos de aluguéis e serviços combinados com o alto resultado financeiro negativo, consumiram todo boa parte da receita e lucro obtido até então. Um demonstrativo de resultado é constituído basicamente de: receitas – despesas = lucro. Se as despesas estão altas, consequentemente consumirão receita e diminuirão o lucro ou podem até trazer prejuízo. Isso é o que essa empresa precisa fazer, reduzir as despesas.

    Curtir

  4. Resultados do Trimestre “4T13 e 2013″
    LL R$ 33 M +71% x 4T12 / LL R$ 139 M +58% x 2012

    -> As vendas nos shopping centers da Aliansce cresceram 19,4% e 20,0% no 4T13 e 2013, respectivamente, em relação ao mesmo período do ano anterior. As vendas nas mesmas lojas (SSS) apresentaram crescimento de 9,3% no 4T13. As vendas nas mesmas áreas (SAS) cresceram 10,2% no trimestre, resultado da melhora contínua do mix de lojas dos nossos shoppings.
    -> A receita líquida da Companhia atingiu R$130,5 milhões no 4T13 e R$450,7 milhões em 2013, crescimento de 23,6% e 26,2% em relação ao 4T12 e 2012, respectivamente.
    -> O aluguel por m² cresceu 13,0% e os aluguéis mesmos shoppings por m² cresceram 14,6% no 4T13. Os aluguéis nas
    mesmas lojas (SSR) apresentaram crescimento de dois dígitos pelo quinto trimestre consecutivo e alcançaram 10,3% no
    trimestre. Os aluguéis nas mesmas áreas (SAR) cresceram 10,6% no período.
    -> NOI de R$112,6 milhões no 4T13 e R$389,0 milhões em 2013, um crescimento de 21,4% e 26,8% em relação ao 4T12 e
    e 2012, respectivamente. NOI mesmos Shoppings por m² apresentou um crescimento de 10,0% no 4T13 e 11,5% no
    ano de 2013 em comparação ao mesmo período do ano anterior, atingindo R$87,9 por m² no 4T13 e R$84,2 por m² em
    2013.
    -> EBITDA ajustado de R$95,5 milhões no trimestre e R$325,0 milhões no ano, um aumento de 27,0% e 28,3% em
    comparação ao 4T12 e 2012. A margem EBITDA ajustado teve um crescimento de 2,0 p.p. no trimestre, atingindo
    73,2%. No ano, a margem EBITDA ajustado cresceu 1,2 p.p. em relação à 2012.
    -> FFO ajustado atingiu R$55,2 milhões no 4T13 e R$212,1 milhões em 2013, crescimento de 54,3% e 43,7%,
    respectivamente, em relação ao mesmo período do ano anterior. A margem FFO ajustado foi de 42,3% no 4T13 e 47,1%
    em 2013.
    -> Taxa de ocupação do portfolio de 97,2% no final do 4T13.
    -> O CAPEX da Companhia foi R$90,6 milhões no 4T13. Em 2013, o valor total dos investimentos da Aliansce atingiu
    R$601,6 milhões. Em 2012, a Companhia investiu R$1,2 bilhão, maior volume de investimentos de sua história.
    -> Em 07 de novembro, a Companhia comunicou ao mercado a inauguração do Parque Shopping Maceió, uma joint
    venture entre Aliansce e a Multiplan Empreendimentos Imobiliários. A Aliansce detém 50,0% de participação no
    shopping. O cap rate estimado para o 3º ano é 15,5% e TIR projetada, real e desalavancada, é 18,8%.

    http://www.mzweb.com.br/aliansce/web/download_arquivos.asp?id_arquivo=24D3A2C6-A998-4BBD-98CA-572AF4E550DB

    Excelente resultado, impactado por aumento considerável nas receitas, aumento na ABL locável em 11% e abertura de 2 novos shoppings, os dois com quase 100% de locação. Apesar do cenário desafiador para o setor a empresa vem conseguindo expandir.

    Curtir

  5. Acaba de sair mais um sensacional balanço da empresa responsável pelo turnaround do WPLZ11B, a ALSC3. O link do balanço:

    http://www.bmfbovespa.com.br/empresas/consbov/ArquivoComCabecalho.asp?motivo=&protocolo=416220&funcao=visualizar&site=B

    Na página 6, é possível encontrar que a ocupação do shopping já é de 97,7%, bem acima do que era há apenas 2 anos.

    E, na página 16, a informação de que a expansão do cinema deve ser inaugurada no segundo trimestre de 2015.

    Abraços,
    Small caps.

    Curtir

  6. Resultado 2T13
    LL 14,551M -25,5% x 2T12

    -> As vendas nos shopping centers da Aliansce cresceram 19,8% e 20,4% no 3T13 e 9M13, respectivamente, em relação ao mesmo período do ano anterior. As vendas nas mesmas lojas (SSS) apresentaram crescimento de 10,1% no 3T13. As vendas nas mesmas áreas (SAS) cresceram 10,9% no trimestre, resultado da melhora contínua do mix de lojas dos nossos shoppings.
    -> A receita líquida da Companhia atingiu R$108,7 milhões no 3T13 e R$320,2 milhões no 9M13, crescimento de 18,7% e 27,2% em relação ao 3T12 e 9M12, respectivamente.
    -> Os aluguéis mesmos shoppings por m² cresceram 12,8% no 3T13. Os aluguéis nas mesmas lojas (SSR) apresentaram crescimento de dois dígitos pelo quarto trimestre consecutivo e alcançaram 11,3% no trimestre. Os aluguéis nas mesmas áreas (SAR) cresceram 11,4% no período.
    -> NOI de R$94,7 milhões no 3T13 e R$276,4 milhões no 9M13, um crescimento de 21,2% e 29,1% em relação ao 3T12 e 9M12, respectivamente. NOI mesmos Shoppings por m² apresentou um crescimento de 12,6% no 3T13 e 12,7% no 9M13 em comparação ao mesmo período do ano passado, atingindo R$81,8 por m² no 3T13 e R$80,2 por m² no 9M13.
    -> EBITDA ajustado de R$80,6 milhões no trimestre e R$229,4 milhões no acumulado do ano, um aumento de 20,1% e 28,9% em comparação ao 3T12 e 9M12. A margem EBITDA ajustado teve um crescimento de 0,8 p.p. no trimestre, atingindo 74,1%.
    -> FFO ajustado atingiu R$51,8 milhões no 3T13 e R$156,8 milhões no 9M13, crescimento de 14,2% e 26,8%, respectivamente, em relação ao mesmo período do ano anterior. A margem FFO ajustado foi de 47,7% no 3T13 e 49,0% no 9M13.
    -> Taxa de ocupação do portfolio de 97,3%, 0,1 p.p. acima do apresentado no 2T13.
    -> O CAPEX da Companhia foi R$148,4 milhões no 3T13. Nos 9M13, o valor total dos investimentos da Aliansce atingiu R$511,0 milhões.
    -> Em 1º de agosto, a Companhia inaugurou a primeira expansão do Boulevard Shopping Campos. O cap rate estimado para o 3º ano da expansão é 16,4% e a TIR real e desalavancada é de 20,3%.
    -> Em 06 de agosto, comunicamos o aumento de participação no Boulevard Shopping Nações Bauru e no Via Parque
    Shopping. A Aliansce atingiu o percentual de 90,0% no Boulevard Bauru, e o investimento possui um cap rate esperado
    para o 3º ano de 9,9% e a TIR real e desalavancada é de 14,9% a.a.. Adicionalmente, a Companhia adquiriu 3,06% de
    participação no Via Parque Shopping, passando a deter 72,68% do empreendimento, com um cap rate de 2014 de 9,4%
    e uma TIR real e desalavancada de 12,1%.
    -> Em 09 de agosto, a Aliansce assinou o contrato de aquisição da participação de 40,0% no Shopping Parangaba. O
    empreendimento inaugura em 26 de novembro com 32.328 m² de ABL total, ou 12.931 m² de ABL própria. O
    empreendimento já possui 92,1% da ABL comercializada, possui um cap rate de 3º ano de 10,1% e uma TIR real e
    desalavancada de 15,9% a.a..
    -> Em 30 de setembro, a Companhia comunicou ao mercado a conclusão da alienação da participação acionária detida
    pela General Growth Properties. A participação de 39,99% do capital social foi adquirida pela Canada Pension Plan
    Investment Board (CPPIB), pela Altar Empreendimentos e Participações S.A., sociedade indiretamente controlada por
    Renato Rique, e pelos administradores da Companhia Henrique Cordeiro Guerra e Délcio Lage Mendes. O preço médio
    por ação negociado foi R$24,00, prêmio de 20,6% sobre a cotação em 30 de setembro.
    -> Em 07 de novembro, a Companhia comunicou ao mercado a inauguração do Parque Shopping Maceió, uma joint
    venture entre Aliansce e a Multiplan Empreendimentos Imobiliários. O shopping já possui 95,3% de seus 37,6 mil m² de
    ABL locados. A Aliansce detém 50,0% de participação no projeto e estima um cap rate de 3º ano de 15,5% e uma TIR
    real e desalavancada de 18,8%.
    -> Em 08 de novembro, a Companhia comunicou ao mercado a venda de 100% de participação na Loja C&A do Boulevard
    Shopping Feira de Santana-BA. O valor de venda representa um ganho real de 16,5% sobre a variação do CDI
    considerando o valor da aquisição pago em agosto de 2008 e um cap rate de saída de 7,6% com base no NOI de 2013.
    -> Em 11 de novembro, a Companhia comunicou ao mercado acordo para compra de 10,0% de participação no Boulevard
    Shopping Nações Bauru. A aquisição consolida a participação da Aliansce no shopping em 100%, aumentando a ABL
    própria da Companhia em 2,6 mil m². O preço de R$23,0 milhões aponta para um cap rate esperado para o 3º ano de
    9,9% e TIR real e desalavancada de 14,9%.

    Curtir

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s