TPIS – TPI – TRIUNFO PARTICIP. E INVEST. S.A.

TPIS3

RI: ri@triunfo.com

Site:  http://ri.triunfo.com/

A Triunfo, fundada em 1999, na cidade de São Paulo, é uma das principais empresas brasileiras do setor de infraestrutura, considerada pioneira, por sua diversificação nos segmentos em que atua. Oferece serviços nos segmentos de concessão rodoviária, administração de aeroportos, administração portuária, cabotagem e geração de energia. Por serem setores de fundamental importância para sustentar o crescimento econômico nacional, concentra investimentos nessas atividades para auxiliar no suprimento da demanda logística e energética brasileira. Com isso, a Triunfo contribui para o desenvolvimento do país.

A companhia possui cerca de três mil colaboradores e suas unidades operacionais estão localizadas em nove estados brasileiros, nas regiões: Norte (Amazonas), Sudeste (São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais), Sul (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul) e Centro-Oeste (Mato Grosso do Sul e Goiás). A sede da Companhia fica na cidade de São Paulo (SP).

De capital aberto, a Triunfo está listada no Novo Mercado, o mais alto nível de Governança Corporativa da Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo (BMF&Bovespa) como TPIS3. A companhia possui participação integral ou relevante nos negócios em que atua.

Triunfo foi uma das primeiras empresas a assumir a concessão de uma rodovia no país, em 1995 e atualmente figura como uma das empresas de maior expressão nesse segmento, tanto em número de quilômetros administrados, quanto em receita e volume de tráfego. Nesse setor, a Companhia administra três concessionárias de rodovias: a Econorte, no Paraná, a Concepa, no Rio Grande do Sul, e a Concer, no Rio de Janeiro e Minas Gerais. Ao todo são 642 quilômetros de rodovia.

No setor de administração portuária, detém 50% de participação da Portonave, localizada em Navegantes, Santa Catarina. Considerado um dos melhores terminais portuários do mundo, iniciou suas operações em outubro de 2007, movimentando carga própria e de terceiros. Atualmente, a Portonave é o terminal que mais movimenta contêineres em Santa Catarina, segundo dados da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ) e pertence ao segundo maior complexo portuário do país em movimentação de contêineres. Além do terminal, controla a Iceport, uma câmara frigorificada com capacidade estática para estocar 16 mil toneladas de carga congelada. A Iceport também atua como trading company, oferecendo soluções completas que integram gestão e logística nacional e internacional, como transporte rodoviário e marítimo, liberação aduaneira.

Além da Portonave, a Triunfo possui a Portonaus, localizada em Manaus, Amazonas. O terminal portuário tem como objetivo desenvolver soluções logísticas de apoio à indústria e ao comercio de Manaus e servir de base às operações de cabotagem, armazenagem e movimentação de contêineres.

A Triunfo também atua no segmento de navegação de cabotagem por meio da Maestra Navegação e Logística, com participação de 69,6%. A operação da Maestra conta com quatro navios full contêineres que fazem o transporte de cargas entre os principais portos da costa brasileira. Atualmente, opera nos principais portos das regiões Sul, Sudeste, Norte e Nordeste do país, nas cidades de Navegantes (SC), Santos (SP), Salvador (BA), Recife (PE), Fortaleza (CE) e Manaus (AM), com oferta confiável de rotas semanais.

No setor de geração de energia, a Rio Verde, tem a concessão da Usina Hidrelétrica Salto, em Goiás, com capacidade instalada de 116 MW. Em maio de 2010, iniciou sua operação comercial com 100% da energia assegurada já vendida para a Votener, empresa do Grupo Votorantim. Dentre os projetos em fase de implantação está a Rio Canoas, criada em julho de 2010 para operar a concessão da Usina Hidrelétrica Garibaldi, em Santa Catarina. O empreendimento está em fase final de construção e terá capacidade instalada de 192 MW. O cronograma da obra está adiantado e a primeira turbina deve entrar em operação no segundo semestre de 2013.

A Triunfo firmou parceria com ALL – América Latina Logística e Vetorial Mineração para criar a Vetria Mineração. Que atuará na extração, transporte e comercialização de minério de ferro proveniente do Maciço do Urucum em Corumbá (MS), via porto de Santos (SP). A nova empresa, que já possui uma mina operacional, terá capacidade logística ferroviária garantida em contrato de transporte de longo prazo além da exportação do produto por meio de um terminal portuário próprio, a ser instalado em Santos.

Em 2012, reforçando o espírito pioneiro, venceu o leilão para operar por 30 anos o Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, por meio de uma parceria com a UTC Participações e a Egis Airport Services. A partir daí, em conjunto com a Infraero formou-se a concessionária Aeroportos Brasil Viracopos.

A Triunfo foca sua estratégia na busca de negócios gerados pelo avanço e pelo aprimoramento da infraestrutura nacional, procurando sempre diversificar seu portfólio, com projetos bem estruturados e que resultem na geração de valor aos acionistas.

Anúncios

5 comentários sobre “TPIS – TPI – TRIUNFO PARTICIP. E INVEST. S.A.

  1. Resultados do 1º Trimestre de 2014
    LL R$ 156,43 M +760,6% x 1T13

    DESTAQUES NO 1T14
    * Forte incremento de receita líquida ajustada que atingiu R$ 474,2 milhões (+94,7%), impulsionada pelo desempenho do segmento de geração de energia, no 1T14.

    * EBITDA Ajustado do 1T14 foi de R$354,1 milhões (+138,1%) e a margem EBITDA consolidada subiu 13,6 p.p., saindo de 61,1% para 74,7% no 1T14.

    * Lucro Líquido atingiu R$156,4 milhões e lucro base de dividendos foi de R$161,3 milhões no 1T14.

    * Com a estratégia de antecipar o início da operação da Rio Canoas, a Triunfo capturou o momento de alta nos preços de energia e com isso impulsionou os resultados do 1T14. Ao todo foram vendidos 581.249 MWh no 1T14.

    * O bom desempenho operacional dos outros segmentos também está refletido nos dados financeiros do trimestre: o tráfego das rodovias cresceu 5,6%, atingindo 23,2 milhões de veículos equivalentes, a movimentação de contêineres na Portonave alcançou 163,2 mil TEUs 2 , aumento de 7,3% e o Aeroporto de Viracopos movimentou 2,4 milhões de passageiros e 52,5 mil toneladas de carga.

    Outros destaques do trimestre:

    * Aprovação do financiamento BNDES a Aeroportos Brasil Viracopos S.A. – Em janeiro foi aprovado pelo BNDES o financiamento de longo prazo no montante de R$1,5 bilhão. Os recursos serão utilizados para o pagamento do empréstimo ponte no valor de R$ 1,2 bilhão e para dar continuidade às obras de implantação da primeira fase de expansão do Aeroporto de Viracopos.

    * Assinatura do Contrato de Concessão da CONCEBRA – Em janeiro foi assinado com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) o contrato de concessão para administrar as BRs 060, 153 e 262, pelo prazo de 30 anos. A Concebra vai administrar 1.176,5 km, o maior trecho de rodovias já concedido no Brasil. A vitória no leilão fortalece a presença da Triunfo no segmento rodoviário.

    * Alteração nos Covenants das Dívidas – Em fevereiro, a Triunfo renegociou as cláusulas contratuais (“Covenants”) junto aos credores da 3ª e 4ª Emissão Pública de Debêntures Simples, não conversíveis em ações. Em razão do desempenho operacional do segmento de cabotagem e os investimentos previstos para a Concebra nos próximos anos, foi necessário elevar os limites de alavancagem da Companhia.

    Eventos Subsequentes:

    * Concepa assina o Aditivo ao Contrato de Concessão – Em abril, a Concepa assinou junto à ANTT, o aditivo que prevê a execução da 4ª pista da BR-290/RS entre Porto Alegre e Gravataí. O investimento totaliza cerca de R$244,1 milhões a valores atuais e o contrato será reequilibrado pelo Fluxo de Caixa Marginal, considerando uma TIR real e do projeto de 8,01%. O aditivo prevê uma indenização ao final de 2015 ou extensão do prazo de concessão em, aproximadamente, 22 meses.

    http://ri.triunfo.com/Download.aspx?Arquivo=xKV7AVxKvNpY6g6ZctYSeQ==

    Resultado Excelente. Crescimento excepcional em todos os segmentos do resultado: nas receitas 88,8%, no lucro bruto 173,8%, no lucro antes dos impostos 291,9%. As despesas e custos cresceram um pouco, mas não comprometeram o resultado final. Resta saber se continuarão assim.

    Curtir

  2. Resultados do Trimestre “4T13 e 2013″
    LL R$ -99 M -120% x 4T12 / LL R$ 98 M -120% x 2012

    A receita líquida ajustada atingiu R$272,9 milhões (+19,0%) no 4T13 e
    R$963,4 milhões (+15,4%) em 2013.
    O tráfego consolidado cresceu 5,2% no 4T13 atingindo 22,8 milhões de veículos equivalentes2 e 4,9% em 2013.
    A movimentação de contêineres na Portonave alcançou 184,2 mil TEUs3 no 4T13, aumento de 14,1%. Em 2013 o crescimento apresentado foi de 13,8%.
    Foram vendidos 295,3 GWh de energia no 4T13. No ano, a energia vendida atingiu 754,0 GWh. Merece destaque o início da operação plena da Rio Canoas, que operou durante todo o trimestre e contribuiu para aumentar a energia vendida em 145,6
    GWh no 4T13 e 160,1 GWh em 2013.
    O Aeroporto de Viracopos movimentou 2,5 milhões de passageiros e 59,3 mil toneladas de carga no 4T13. Em 2013 passaram pelo aeroporto de Viracopos 9,3 milhões de passageiros e 241,3 mil toneladas de cargas

    http://ri.triunfo.com/Download.aspx?Arquivo=LMuCafBmM7u3iF9W6W6W7g==

    Péssimo Resultado, aumento nas receitas mas houve aumento nas despesas financeiras e as receitas operacionais foram bem menores do que o período anterior.

    Curtir

  3. Resultados 3T13
    LL 4,6M +218% x 3T12

    -> A receita líquida ajustada atingiu R$264,6 milhões (+24,7%) no 3T13 e R$761,3 milhões (+25,7%) nos 9M13.
    -> O tráfego consolidado cresceu 5,7% no 3T13 atingindo 21,3 milhões de veículos equivalentes2 e 4,8% nos 9M13.
    -> A movimentação de contêineres na Portonave alcançou 188,1 mil TEUs3 no 3T13, um aumento de 5,6%. Em 9M13 o crescimento apresentado foi de 13,7%.
    -> Foram vendidos 165,2 GWm de energia no 3T13. No acumulado, a energia vendida atingiu 459,8 GWm, com destaque para o início da operação da Rio Canoas no final de setembro, que já contribuiu para aumentar a energia vendida em 15,5 GWm.
    -> A cabotagem movimentou 15,2 mil TEUs no 3T13 (+12,8%) e no acumulado foram 36,5 mil TEUs (+23,3%).
    -> O Aeroporto de Viracopos movimentou 2,3 milhões de passageiros e 59,8 mil toneladas de carga no 3T13.
    -> EBITDA Ajustado alcançou R$119,4 milhões (+18,1%), no trimestre com margem de 45,1%. Nos 9M13, o EBITDA ajustado foi de -> R$371,7 milhões (+24,0%) e 48,8% de margem.
    -> O EBITDA LTM atingiu R$491,4 milhões.
    -> Lucro Líquido de R$4,6 milhões e Lucro Base de Dividendos de R$18,2 milhões no 3T13. No acumulado a base de dividendos atingiu R$43,0 milhões.

    Curtir

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s