PRBC – PARANA BCO S.A.

PRBC4

BMFBovespa: PRBC3; PRBC4

Desde 1995, com a promulgação do Decreto-Lei nº 1.488 que autorizou o empréstimo com desconto em folha de pagamento para os funcionários do Estado do Paraná, o Paraná Banco atua no segmento de crédito consignado e desde então tem apresentado crescimento consistente que, combinado com baixos índices de inadimplência, o tornam um banco com sustentável rentabilidade.

Através da JMalucelli Seguradora, o Paraná Banco também foi um dos primeiros bancos a atuar no segmento de seguro garantia no Brasil, um produto financeiro similar a carta de fiança bancária que tem como finalidade garantir o cumprimento de obrigações estabelecidas em contratos públicos, privados ou licitações. Este é um mercado ainda pouco explorado no país, mas com grande potencial de crescimento. O mercado de seguro garantia cresceu 29,9% entre o primeiro trimestre de 2011 e o primeiro trimestre 2012. A JMalucelli Seguradora é líder absoluta na emissão de seguro garantia no Brasil com 35,4% de participação no mercado segundo dados da SUSEP de Março de 2012.

Hoje, além do crédito consignado e do seguro garantia, o Paraná Banco também atua no segmento de middle market, crédito para o financiamento ao consumo, por meio de parcerias com lojistas, e resseguros. O resseguro é um serviço inovador aderido pelo Paraná Banco em 2008, após a quebra do monopólio do IRB, Brasil Resseguros S/A.

A JMalucelli Resseguradora iniciou suas operações com a garantia de 100% dos resseguros gerados pela JMalucelli Seguradora. Classificada como resseguradora local, a JMalucelli Resseguradora e as outras resseguradoras desta categoria tem o direito de receber 40% dos prêmios ressegurados no Brasil, de acordo com a resolução nº225 da SUSEP. No final de Março de 2012, segundo dados disponíveis na SUSEP somente para o grupo que engloba seguro garantia e seguro de crédito, o market-share da JMalucelli Re, que atua exclusivamente em seguro garantia, foi de 52,9%.

RI: http://paranabanco.riweb.com.br/Contato.aspx

Site:  http://paranabanco.riweb.com.br/

PRBC4_org

PRBC4_basileia PRBC4_carteiraconsignado PRBC4_IndCobertura PRBC4_CarteiraEvo PRBC4_Ativos PRBC4_Carteira PRBC4_Share PRBC4_Resseguros PRBC4_Eficiencia PRBC4_Despesas PRBC4_NIM3 PRBC4_NIM2 PRBC4_NIM PRBC4_LucroAjust PRBC4_Spread PRBC4_Lucro PRBC4_Ind3 PRBC4_Ind2 PRBC4_Ind

Anúncios

31 comentários sobre “PRBC – PARANA BCO S.A.

  1. Resumindo o resultado segundo trimestre 2014 :

    Lucro Líquido recorrente de R$ 41,3 milhões (aumento de 30,5% em comparação com 2T2013)

    Índice de Eficiência teve um aumento de 5,2% em comparação com 2T2013.

    A Carteira de Crédito teve crescimento de 23,6% na comparação com 2T2013
    (finalizou com saldo de R$ 3,3 bilhões)

    Curtir

  2. Resultado do 1T14
    LL 34 M -14% x 1T13

    Destaques do Período

    Lucro Líquido recorrente de R$ 34,6 milhões, um aumento de 19,3% em relação ao 4T13
    Controle de despesas e reversão de sinistros de seguros impactaram positivamente.

    Índice de Eficiência de 49,1% (sem PDD)
    Melhora de 5,8 pontos percentuais versus 4T13.

    Crescimento de 22,6% da carteira de crédito versus 1T13 e 6,2% em relação ao 4T13
    A carteira de crédito ampliada encerrou março com saldo de R$ 3,1 bilhões.

    Carteira de Middle Market
    Aumento de 31,5% (33,7% ex Fianças) na comparação ano a ano e 8,8% versus o 4T13,
    fechando o trimestre com um saldo de R$ 551,8 milhões.

    Carteira de Consignado
    A carteira de crédito consignado cresceu 19,7% nos últimos 12 meses e 5,3% quando
    comparado ao último trimestre de 2013, perfazendo um saldo de R$ 2,4 bilhões no 1T14.

    Excelente qualidade da carteira mantida no 1T14
    Os créditos vencidos acima de 60 dias somaram 3,1% (2,5% excluindo-se carteira de Profit
    Sharing) versus 3,6%, no 1T13.

    Carteira de Home Equity
    A carteira de crédito Imobiliário atingiu R$ 10,4 milhões.

    Capitalização
    24,0% de índice de Basileia III ao final do 1T14.

    Grupo Segurador
    Reversões de sinistros impactaram positivamente o resultado.

    http://paranabanco.riweb.com.br/Download.aspx?Arquivo=EH7K3CokAlLxV/Uhgce98Q==

    Resultado Regular.

    Curtir

  3. PROGRAMA DE RECOMPRA DE AÇÕES
    Curitiba, 07 de abril de 2014 – O Paraná Banco (BM&FBOVESPA: PRBC4; ADR Nível 1 OTC: PRBAY), banco múltiplo privado, especializado em crédito consignado, crédito ao segmento de middle market, seguro garantia e resseguros, vem a público comunicar que em Reunião do Conselho de Administração realizada hoje, foi aprovado um novo programa de recompra de ações com o objetivo de maximizar a geração de valor para o seu acionista.

    O 12º Programa de Recompra tem como limite a recompra de 2.182.707 (dois milhões, cento e oitenta e dois mil e setecentos e sete) ações preferenciais que representam 10% do total de ações preferenciais em circulação da Companhia. O prazo para realização da operação ora autorizada a 365 dias a contar desta data.

    A instituição intermediária das operações será a Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.

    Clique aqui para acessar o comunicado completo.

    Curtir

  4. Resultado 4T13 e 2013

    Destaques do Período

    A carteira de crédito encerrou dezembro com saldo de R$ 2,9 bilhões, crescimento de 20,8% na comparação com dezembro de 2012.

     Carteira de Middle Market
    Aumento de 26,8%, fechando o ano em R$ 507,1 milhões. Destaque para autorização do Banco Central, em outubro 2013, para início das operações no mercado de câmbio e Trade Finance.

     Carteira de Consignado
    A carteira de crédito consignado cresceu 18,6%, atingindo R$ 2,3 bilhões. O canal de lojas próprias e correspondentes exclusivos foi responsável por 65% da originação no 4T13.

     Excelente qualidade da carteira
    Atingimos menor nível de inadimplência da carteira de crédito no ano, os créditos vencidos acima de 60 dias somaram 3,3%, vs 3,6% 4T12. O NPL da carteira de Middle Market representou 0,5% (1,8% no 4T12), enquanto o consignado para 3,0% (3,6% no 4T12).

     Carteira de Home Equity
    Início de nossa carteira de “crédito imobiliário não tradicional” voltado para pessoas físicas. Mercado de potencial crescimento alinhado estrategicamente a operação do Banco.

     Grupo segurador
    Representou 22,9% do resultado consolidado do Banco em 2013. O volume de prêmios diretos emitidos em 2013 de seguro garantia foi 45% maior em relação a 2012.

     Capitalização elevada
    27,4% de índice de Basiléia ao final de 2013, um dos maiores do mercado e 16,4 p.p. acima do limite estabelecido pelo Banco Central.

     Renovação da Diretoria e Fortalecimento da estrutura
    Em 2013 ocorreram importantes mudanças no Banco: sucessões na Diretoria Financeira e de Crédito, criação da área de Crédito Imobiliário e nova presidência da JMalucelli Investimentos

    Curtir

      • José Cláudio obrigado pelas considerações. Sobre bancos não tenho muita propriedade para falar, mas o PDD depende de qual ponto de vista, de uma forma geral se mantém estabilizada, e está dentro da média que a empresa vem apresentando nos últimos 2 anos, entre 3 e 4. Pdd/Carteira de Crédito, a carteira de crédito subiu, como o PDD se manteve, então o resultado da equação diminuiu, vejo isso como positivo, ruim é se o PDD tivesse aumentado muito. Acho que a carteira ainda mantém boa qualidade.

        Curtir

      • José Cláudio obrigado pelas considerações. Sobre bancos não tenho muita propriedade para falar, mas o PDD depende de qual ponto de vista, de uma forma geral se mantém estabilizada, e está dentro da média que a empresa vem apresentando nos últimos 2 anos, entre 3 e 4. Pdd/Carteira de Crédito, a carteira de crédito subiu, como o PDD se manteve, então o resultado da equação diminuiu, vejo isso como positivo, ruim é se o PDD tivesse aumentado muito. Acho que a carteira ainda mantém boa qualidade.

        Curtir

      • Olá Ricardo.
        Estamos todos estamos aprendendo com a troca de informações e idéias.
        Na verdade a PDD ficou em 83M.
        O que estava procurando, ontem, no release do 4T, era o índice PDD/LL. Hoje, com mais calma, encontrei o índice de 0,64 (salvo engano meu). Aumentou um pouco em relação ao 3T quando estava em 0,43.
        Esse índice dimensiona o quanto sobra, do LL, para o Banco emprestar. Quando fica abaixo de 0,75 é considerado bom.
        Acho que é isso.
        Obrigado pela atenção.

        Curtir

      • Como já é de conhecimento do mercado, a carteira é pré-fixada e o funding pós-fixado. Sendo assim, 2012 teve uma ‘ajudinha’ com a Selic baixa e hoje temos o efeito inverso.
        Além disso o Banco precisa investir pra crescer de maneira consistente, daí vêm o aumento em algumas despesas.

        Abraço.

        Curtir

    • Valeu José Claudio, eu fui atrás da informação que você postou, fiquei na dúvida na hora que olhei o relatório, e me atentei para o PDD/Carteira de Crédito, ainda me questionei se era isso mesmo a sua pergunta, enfim resolvi responder sobre a informação que ia de encontro ao que você postou. Mas você já encontrou a resposta, como eu disse, banco eu prefiro me ater aos 3 maiores porque não tenho propriedade para me aprofundar ainda.

      Curtir

  5. Tetzner, boa tarde. O que pensa sobre o futuro para esta empresa?

    Vou dizer a minha opinião para ver se pensamos de forma distinta. Creio ser este um banco pequeno/médio bem administrado, com boa solidez e governança. Paga pouco em dividendos/JCP mas o que não é problema, desde que para crescimento da empresa.

    Parece-me uma boa ação e barata no momento, sendo penalizada de forma excessiva pelo mercado. Creio que o valor de 11,xx por ação possa ser considerada uma boa proposta.

    Sua opinião?

    Curtir

    • Sou acionista do banco há alguns anos e não tenho do que reclamar; gosto do DY, está sempre recomprando ações e aumentando nossa participação em momentos de penalização excessiva do mercado, tem bom ROE e a maioria dos indicadores financeiros só melhora com o tempo. O mercado não aprecia muito os pequenos nas crises, houveram problemas em outros e isso acaba afetando todos, mas ele se destaca pela solidez.
      http://fundamentus.com.br/graficos.php?papel=PRBC4&tipo=1
      http://fundamentus.com.br/graficos.php?papel=PRBC4&tipo=2
      http://fundamentus.com.br/graficos.php?papel=PRBC4&tipo=3

      Curtir

      • Sou acionista do PRBC também, mas algo me diz que seu valor por ação nunca vai decolar. Mas pegando uma carona no comentário acima, jogo uma pergunta Tetzner. Voce acha que 11,50 por ação é um preço bom para compra ou um preço apenas justo e que os 14,50 já previamente atingidos eram exagerados?

        Curtir

      • Zé Ferrari,

        o problema de se dizer isso em relação ao preço (seja 11 ou 14) é que fica a impressão de que tudo se resume à ele e não ao VALOR; quando na verdade é o contrário

        a fusão com a Travelers só agregou valor ao Banco, mas como banco médio que é, o preço foi impactado nessa onda de fuga do risco.

        se você ler o nosso resumo do 3ºT verá que o resultado não foi bom, mas devido à uma série de efeitos não caixa e não recorrentes, frutos da marcação a mercado e desvalorização recente.

        a empresa continua sólida, a parceria é fantástica e na minha visão se a 14 já era bom, a 11 é melhor ainda e se for a 5 eu gostar ainda mais

        quando você muda a cabeça de especulador para investidor, deixa de olhar o preço e enxerga o Valor.

        Curtir

    • Zé Ferrari, não estudei o banco e não sou o Tetzner, mas a minha opnião é que analisar a empresa pelo preço é complicado porque o mercado precifica e de forma exagerada um lucro de momento, mesmo que seja por não recorrentes.
      No 2T11 a empresa teve um lucro bem acima da média(266MM), neste caso impactado por um não recorrente de um investimento do grupo J Maluceli em seguros e resseguros (?), se não fosse isso o lucro estaria na casa dos 33MM ou seja dentro da média, foi neste período que a cotação começou a subir e a empresa atingiu o máximo de R$14,50, até agora o lucro tem se mantido nos mesmos patamares e o mercado tem precificado isso também, uma correção para voltar aos padrões normais que a empresa já vinha entregando, então enquanto o lucro não apresentar crescimento constante e ascendente a cotação vai ficar assim, até que haja novos recorrentes e o mercado vai atrás.

      Agora respondendo sua pergunta, na minha opnião, ainda acho que R$11,50 está relativamente caro pelos resultados que vem entregando em 2013, o banco é bom, e o mercado tem depositado alguma expectativa de crescimento nele e ao meu ver porque sempre apresentou crescimento constante e crescente.

      O resultado mais fraco de 2013 pode ser superado agora em 2014, e é isso que o mercado espera, e já precificou este fato, então estar caro e barato é relativo, tem que acreditar que a empresa vai continuar crescendo, se sim, algum crescimento já está precificado, se não, e o momento é de estagnação, está caro. O que acha?

      Curtir

  6. Distribuição de JCP
    Curitiba, 26 de dezembro de 2013 – O Paraná Banco (BM&FBOVESPA: PRBC4/ ADR Nível I: PRBAY), banco múltiplo privado, especializado em crédito consignado, crédito para o segmento de middle market, seguro garantia e resseguros, vem a público informar a deliberação do Conselho de Administração, reunido na data de 23/12/2013, acerca da distribuição de juros sobre o capital próprio referente ao resultado do 4º trimestre de 2013.

    A tabela abaixo apresenta um resumo das principais deliberações da reunião:

    Data da aprovação

    Data ex provento 23/12/2013 JCP 26/12/2013
    Valor Total (R$) – 22.695.382,32
    Valor por ação (R$) – JCP 0,26

    O capital será disponibilizado aos acionistas da Companhia a partir de 20 de fevereiro de 2014.

    Curtir

  7. Resultado 3T13
    LL 31,540M -19,1% x 3T12

    Lucro líquido de R$ 103,1 milhões
    -> Encerramos os primeiros nove meses de 2013 com lucro líquido de R$103,1 milhões, número 1,6% inferior aos R$104,8 milhões obtidos no mesmo período do ano passado. No 3T13, o resultado alcançou R$31,5 milhões, 19,1% inferior em relação ao mesmo período de 2012.

    -> Crescimento da carteira de crédito em linha com a estratégia
    -> Nossa carteira de crédito encerrou setembro com saldo de R$ 2,8 bilhões, um crescimento de 19,4% na comparação com setembro de 2012. A carteira de Middle Market teve um aumento de 27,2% nos últimos 12 meses, para R$420,9 milhões, enquanto a carteira de crédito consignado cresceu 17,4%, atingindo R$2,2 bilhões, em linha com as nossas expectativas.

    Manutenção da qualidade da carteira
    -> Em setembro de 2013 a inadimplência da carteira de crédito, representada pelos créditos vencidos acima de 60 dias, somou 3,6%, o mesmo nível do 3T12. O NPL da carteira de Middle Market representou 0,8% (1,8% no 3T12), enquanto o consignado apresentou melhora de 0,3 p.p. para 3,2% (3,5% no 3T12).

    Funding
    -> Em 08/11/2013 foi finalizada a primeira emissão pública (CVM 476) de Letras Financeiras no montante de R$200,1 milhões com prazo de 02 anos.

    Grupo segurador
    -> Respondeu por 21,5% do resultado consolidado do Banco nos 9M13. O volume de prêmios diretos emitidos nos 9M13 de seguro garantia foi 25% maior em relação aos 9M12.

    Rating
    -> Em julho, a agência de classificação de riscos internacional Fitch Ratings elevou o rating nacional de longo prazo do Paraná Banco, de ‘A(bra)’ para ‘A+(bra)’ e afirmou o Rating Nacional de Curto
    Prazo em ‘F1(bra)’, com perspectiva estável.

    Curtir

    • Resultado Ruim.

      “Na comparação dos trimestres, no 3T13 o lucro foi 1,7% inferior em relação ao 2T13, impactado pelo incremento de 47% nas despesas operacionais, devido ao crescimento nas despesas com comissões e corretagens, influenciado pelo maior volume das operações de consignado e o investimento na operação de Crédito Imobiliário (Home Equity)”

      Curtir

      • Respostas do RI:

        1-Sobre o ‘investimento na operação de Crédito Imobiliário (Home Equity)”, que influenciou um pouco o aumento das despesas operacionais nesse trimestre: esse investimento deve continuar nesse mesmo ritmo nos próximos meses? Se sim, até quando o grosso desse investimento deve permanecer?

        Não, a maior parte do investimento no Home Equity já foi realizado.

        2-Nessa mesma linha de despesas operacionais, o ‘Incremento de 47% nas despesas operacionais, devido ao crescimento nas despesas com
        comissões e corretagens, influenciado pelo maior volume das operações de consignado’ deve ser devidamente compensado com seus respectivos resultados futuros a apropriar, certo?

        Sim, visto que a originação desse trimestre foi 46% superior ao 2T13.

        3-Sobre a Seguradora, a queda drástica no Lucro Líquido se deve a ‘Marcação a mercado’ do dinheiro aplicado, sem efeito caixa?

        Sim, nos nove primeiros meses de 2013 as receitas financeiras advindas da aplicação dos recursos livres das seguradoras foram 53,7% inferiores aos 9M12, devido ao impacto da desvalorização das cotas dos fundos de renda variável e multimercado.
        Além disso, o resultado foi impactado por sinistros específicos que já estão provisionados, mas ainda estão em fase de regulação e, portanto não podemos afirmar se haverá saída de caixa.

        4-Com a exclusão desses efeitos, o Lucro Líquido do Banco teria ficado praticamente estável em relação ao 3T12?

        O resultado segmentado do banco no 3T12 foi influenciado pela queda dos juros e nesse 3T13 foi 18,9% inferior justamente pelo efeito contrário, de aumento de juros.

        5-Como citado nos Releases anteriores, existe um certo ‘descasamento’ pelo fato de o Funding do Paraná Banco ser pós fixado e os empréstimos em geral serem pré fixados. Do ponto de vista dos Senhores, o mercado já pode esperar um impacto parecido com o sofrido nesse 3T13 por causa desse descasamento pontual, para os próximos trimestres? As novas emissões de Letras Financeiras e LCI já visam uma diluição desse descasamento?

        O efeito desse descasamento como você mesmo cita, se deve ao fato de nosso custo de oportunidade (funding) ser pós fixado enquanto nossa operação de consignado é pré-fixado, porém como nossa estratégia é continuar a crescer nossas carteiras de crédito, a receita gerada pelo crescimento irá compensar um parcela considerável do aumento de custo da Selic que está sendo projetada pelo mercado, mesmo porque as expectativas é que os juros no longo prazo retornem mais a frente a níveis de um dígito. Vale lembrar que nossa carteira de Middle é pós-fixada. Quanto às operações de Letras Financeiras e emissões de LCI, também seguem a mesma premissa de taxas pós fixadas.

        À disposição,

        Curtir

      • Legal William, isso aí, vamos coletando informações preciosas do RI para complementar os resultados!

        poderíamos testar todos os RIs e ver quanto tempo demoram pra responder perguntas simples dos últimos resultados

        Curtir

  8. Resultados do 4T12 e 2012

    Lucro líquido ajustado de R$ 50,0 milhões

    O Paraná Banco encerrou o quarto trimestre de 2012 com lucro líquido ajustado de R$ 50,0 milhões, número 43,4% superior ao lucro líquido de R$ 34,9 milhões obtido no mesmo período do ano passado e 31,6% maior que o resultado do 3T12.

    NIM de 16,1%
    A Margem Financeira Líquida (NIM) do 4T12 foi de 16,1%, 1,5 p.p. acima do registrado no trimestre anterior e 4,0 p.p superior ao registrado no mesmo período do ano passado. O contraponto da receita de juros de consignado pré-fixada com a despesa de funding majoritariamente pós-fixada foi favorável em um ambiente de redução da SELIC.

    Elevado crescimento da carteira de crédito
    A carteira de crédito encerrou dezembro de 2012 com saldo de R$ 2,4 bilhões, apresentando um crescimento de 25,7% na comparação com dezembro de 2011. Em 2012 a carteira de middle market apresentou crescimento de 38,4% e a carteira de crédito consignado cresceu 22,8%.
    Manutenção da qualidade da carteira O crescimento veio acompanhado da manutenção da qualidade da carteira, quando representada pelos créditos vencidos acima de 60 dias (NPL) sobre a carteira total. Em dezembro de 2012 o NPL melhorou para 3,6%, 0,5 p.p. inferior ao apresentado no mesmo período do ano anterior.

    Alta Capitalização e Liquidez
    O índice de Basiléia fechou o mês de dezembro de 2012 em 27,1%, 16,1 p.p acima do mínimo exigido pelo Banco Central do Brasil. Ainda que o ano de 2012 tenha sido de produção recorde para a Companhia, este índice permanece em patamar confortável, assim como o caixa que encerrou dezembro em R$ 708,0 milhões.

    Resultado de seguros
    O grupo segurador respondeu por 21,1% do resultado consolidado da Companhia no 4T12. Entre janeiro e dezembro de 2012 a JMalucelli Seguradora e a JMalucelli Resseguradora mantiveram a liderança no mercado de seguro garantia, segundo dados da SUSEP.

    Curtir

  9. Curitiba, 3 de outubro de 2012 – O Paraná Banco (BM&FBOVESPA: PRBC4/ ADR Nível I: PRBAY), banco múltiplo privado, especializado em crédito consignado, crédito para o segmento de middle market, seguro garantia e resseguros, vem a público informar a deliberação do Conselho de Administração, reunido na data de hoje, acerca da distribuição de juros sobre o capital próprio referente ao resultado do 3º trimestre de 2012.

    A tabela abaixo apresenta um resumo das principais deliberações da reunião:
    Data da aprovação Data ex provento Valor Total (R$) – JCP Valor por ação (R$) – JCP
    03/10/2012 04/10/2012 10.474.791,84 0,12
    O capital será disponibilizado aos acionistas da Companhia a partir de 17 de outubro de 2012.

    Curtir

  10. DESTAQUES DO 1S12
    PARANÁ BANCO OCUPA O PRIMEIRO LUGAR NO RANKING DOS BANCOS BRASILEIROS
    O Paraná Banco recebeu o rating de 11,74 da agência de classificação de risco RISKbank, o que confere a instituição o primeiro lugar entre todos os bancos brasileiros. A agência de classificação de risco LF Ratings, por sua vez, elevou a nota do Paraná Banco de A+ para AA-.

    LUCRO LÍQUIDO AJUSTADO DE R$ 63,8 MILHÕES
    O Paraná Banco encerrou o primeiro semestre com lucro líquido ajustado de R$ 63,8 milhões, demonstrando estabilidade quando comparado ao lucro líquido ajustado de R$ 66,3 milhões obtidos no mesmo período do ano passado. O resultado, quando comparado com o primeiro semestre de 2011, foi influenciado por um aumento de 24% das receitas de operações de crédito e pela redução da participação acionária do banco na holding de seguros.

    ► ELEVADO CRESCIMENTO DA CARTEIRA DE CRÉDITO
    Em junho de 2012 a carteira de crédito totalizou R$ 2,2 bilhões o que representa um crescimento de 27,3% na comparação com o mesmo período do ano passado. No período de 12 meses a carteira de middle market apresentou crescimento de 42,5% e a carteira de crédito consignado cresceu 26,8%.

    ► ALTA CAPITALIZAÇÃO
    O Índice de Basiléia do Paraná Banco fechou o semestre em 26,3%, patamar 15,3 p.p acima do mínimo exigido pelo Banco Central do Brasil. Este índice permite ao Paraná Banco manter a expansão de sua carteira de crédito de forma sustentável.

    ► QUALIDADE DA CARTEIRA
    Manutenção da qualidade da carteira representada pelos créditos vencidos acima de 60 dias (NPL) de apenas 3,8% sobre a carteira total em junho de 2012 e de 3,9% em junho de 2011.

    Curtir

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s