OHLB – OBRASCON HUARTE LAIN BRASIL S.A.

BMFBovespa: OHLB3

A OHL Brasil S.A. é uma das maiores companhias do setor de concessões de rodovias do Brasil em quilômetros administrados, com mais de 3,2 mil quilômetros em operação. Através de suas nove concessionárias, a OHL Brasil administra rodovias localizadas nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Paraná. Atualmente, detém 100% do capital das seguintes concessões estaduais: Autovias, Centrovias, Intervias e Vianorte; e das concessões federais: Autopista Fernão Dias, Autopista Regis Bittencourt, Autopista Litoral Sul, Autopista Planalto Sul e Autopista Fluminense.
A Companhia é uma empresa brasileira com 60,0% do seu controle detido pela OHL Concesiones, sociedade espanhola que desenvolve desde novembro de 2000 atividades na área de promoção de infraestrutura (portos, aeroportos, rodovias e ferrovias), incluindo a seleção de projetos, participação em licitações, financiamento, construção e operação dos mesmos. Atualmente, a OHL Concesiones, além de ser acionista majoritária da OHL Brasil, administra diversas sociedades concessionárias de rodovias na Espanha, Chile, Peru, México e Argentina. A OHL Concesiones é subsidiária integral da OHL S.A. empresa espanhola do setor de construção e concessão e uma das líderes desses setores. Fundada há 98 anos e estabelecida atualmente em 21 países, a OHL S.A está listada na Bolsa de Madri desde 1991.

http://ohlbrasil.riweb.com.br/ri/Default.aspx?linguagem=pt

Anúncios

5 comentários sobre “OHLB – OBRASCON HUARTE LAIN BRASIL S.A.

  1. LL= 129,1M+25,9%x3T12

    DESTAQUES 3T13

    Tráfego Pedagiado: 182,6 milhões de veículos equivalentes registrados no 3T13, com crescimento de 2,3% em relação ao 3T12. No acumulado do ano, o aumento foi de 3,2% totalizando 532,1 milhões de veículos equivalentes.

    Receita de Pedágio: Crescimento de 8,5% com relação ao 3T12, em função do aumento do tráfego e reajustes tarifários nas rodovias federais, totalizando R$ 601,6 milhões. Nos 9M13, a Companhia alcançou R$ 1,7 bilhão de receita de pedágio, aumento de 9,4%.

    EBITDA Ajustado: No 3T13, foi de R$ 381,2 milhões, aumento de 6,4% em relação ao mesmo período do ano anterior, com margem EBITDA ajustada* de 69,1% (+0,8 p.p.). No acumulado do ano o EBITDA ajustado registrou crescimento de 9,3% com um total de R$ 1,0 bilhão e margem de 67,6% (+ 2,2 p.p.).

    Lucro Líquido: Aumento de 25,2% na comparação com o 3T12, fechando o trimestre com R$ 129,1 milhões. Na comparação com os 9M12 o lucro líquido apresentou evolução de 10,7% totalizando R$ 328,7 milhões no acumulado do ano.

    Endividamento: A dívida líquida totalizou R$ 2,8 bilhões ao final do exercício, com um aumento de 4,1% em relação ao 2T13. O grau de alavancagem, medido pela relação Dívida Líquida / EBITDA Ajustado – Ônus Fixo (últ. 12 meses), se manteve em 2,1 x.

    Investimentos: Desembolso de R$ 347,0 milhões em ativos intangíveis e imobilizados e manutenção de rodovias no 3T13. Nos nove meses de 2013, o total de investimentos da Companhia foi de R$ 924,1 milhões.

    Curtir

  2. DESTAQUES 2T12

    Tráfego Pedagiado: 166,5 milhões de veículos equivalentes no 2T12, com crescimento de 2,1% do volume de tráfego pedagiado nas concessionárias estaduais e federais em relação ao 2T11. No acumulado do ano, a melhora foi de 4,1% totalizando 337,1 milhões de veículos equivalentes

    Receita Líquida: Crescimento de 16,7% em relação ao 2T11, totalizando R$ 744 milhões. Nos 6M12 a Companhia atingiu R$ 1,5 bilhão de receita líquida, melhora de 23,4% em função do aumento do tráfego, reajustes contratuais e maior volume de obras entre os períodos

    EBITDA Ajustado: O EBITDA Ajustado foi de R$ 303,3 milhões, apresentando crescimento de 4,3% em relação ao 2T11, com margem de 40,8%. No acumulado do ano, o EBITDA Ajustado cresceu 9,8%, passando de R$ 552,9 milhões nos 6M11 para R$ 606,8 milhões nos 6M12, com margem de 41,1%

    Lucro Líquido: Impactado pelo resultado financeiro totalizou R$ 89,2 milhões no trimestre com uma evolução de 20,2% no acumulado do ano, fechando os 6M12 com R$ 193,7 milhões

    Endividamento: A dívida líquida totalizou R$ 2,1 bilhões no 2T12, com aumento de 13,6% frente ao 1T12, reflexo de maiores investimentos da OHL no período. O grau de alavancagem, medido pela relação Dívida Líquida / EBITDA Ajustado – Ônus Fixo (últ. 12 meses), ficou em 1,8 x

    Investimentos: A Companhia investiu R$ 318 milhões em ativos intangíveis e imobilizados e manutenção de rodovias no 2T12. Deste total, 84,2% foram direcionados às concessionárias federais. No acumulado do ano, o total de investimentos já registra R$ 597 milhões e nos últimos 12 meses os desembolsos totalizaram R$ 1,4 bilhão

    Curtir

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s