MULT – MULTIPLAN – EMPREEND IMOBILIARIOS S.A.

MULT3

BMFBovespa: MULT3

A Multiplan Empreendimentos Imobiliários S.A. (“Multiplan” ou “Companhia”) é uma das maiores empreendedoras de Shopping Centers no Brasil. Desenvolve, opera e é proprietária de uma das melhores carteiras de Shopping Centers no País, mais de 35 anos de experiência nesse setor.

A Multiplan é uma empresa full service, que planeja, desenvolve e administra Shopping Centers, além de desenvolver empreendimentos comerciais e residenciais, cujo objetivo é gerar sinergias com suas atividades relacionadas aos Shopping Centers.

A Companhia possui 14 Shopping Centers, com mais de 3.600 lojas, totalizando uma ABL (área bruta locável) de 592.251m², cujo tráfego anual é estimado em 159 milhões de consumidores, posicionando a companhia entre as maiores operadoras de shoppping centers no Brasil, segundo a Associação Brasileira de Shopping Centers (ABRASCE). A Multiplan possui uma posição majoritária em treze dos quatorze shopping centers que administra. Adicionalmente, a Multiplan está desenvolvendo quatro novos shopping centers, dos quais três serão entregues no final de 2012 e um no primeiro semestre de 2013, elevando a ABL total para 731.712m2.

No negócio de Shopping Centers, a Companhia aufere receitas por meio de locação de lojas e espaços para merchandising, cessão de direitos, prestação de serviços como comercialização e administração de Shopping Centers e exploração de estacionamentos.

Reforçando a estratégia da Companhia de investir em complexos multiuso, visando a ampliar o fluxo de consumidores, valorizar os imóveis no entorno e promover o efeito sinérgico entre serviços e comércio, a Multiplan, em julho de 2010, anunciou o desenvolvimento do ParkShopping Corporate (DF) e, em março de 2011, o Morumbi Corporate (SP). Os dois projetos padrão classe A agregarão 80.878 m² de ABL à Companhia. O primeiro deverá ser entregue em 2012 e o Morumbi Corporate, com 74.198m² de ABL, em 2013.

Além da Multiplan atuar no negócio de Shopping Centers, a companhia atua também na incorporação de edifícios comerciais e residenciais para a venda. Em mais de 35 anos de atividades, já concluiu inúmeros empreendimentos de grande porte no Brasil e no exterior. As receitas da empresa no negócio de incorporação imobiliária residencial e comercial são derivadas da venda dessas unidades.

RI:  ri@multiplan.com.br

Site: http://www.multiplan.com.br/ri/

Anúncios

64 comentários sobre “MULT – MULTIPLAN – EMPREEND IMOBILIARIOS S.A.

  1. Multiplan: resultados 1T17

    As vendas totais de lojistas cresceram 6,1% no 1T17 e o aumento das Vendas nas Mesmas Lojas (SSS) dobrou em relação ao 1T16, para 3,2%. A melhoria do mix de lojistas levou as Vendas na Mesma Área (SAS) a crescerem 5,6%, novamente superando o SSS. A taxa de ocupação do trimestre subiu para 97,4%, tendo sido de 97,3% no 4T16. O lucro líquido caiu 22% diante do lucro obtido no primeiro trimestre de 2016, atingindo R$ 54,163 milhões.

    Curtir

    • Lucro Líquido e Fluxo de Caixa Operacional (FFO)

      Lucro Líquido atinge R$54,3 milhões no 1T17, apesar do efeito não-caixa
      O lucro líquido totalizou R$54,3 milhões no 1T17, uma redução de 22,5%
      em relação ao 1T16, principalmente devido (i) ao efeito não-caixa da
      remuneração baseada em opções de ações, (ii) a um aumento de 17,7% no
      resultado financeiro, por conta do crescimento da dívida bruta quando
      comparada ao 1T16 e (iii) um aumento de 15,8% na conta de depreciação
      e amortização, devido às aquisições de participações recentes.

      Se a remuneração baseada em ações fosse excluída dos resultados do
      1T16 e 1T17, o lucro líquido teria crescido 6,7%, alcançando R$80,4
      milhões. A margem líquida teria sido de 28,9% no 1T17, ante 27,0% no
      1T16, representando uma evolução de 181 p.b

      FFO totaliza R$92,7 milhões no trimestre e R$462,3 milhões em 12 meses

      Pelas mesmas razões do lucro líquido, o Fluxo de Caixa Operacional (FFO)
      diminuiu 19,2% no 1T17, totalizando R$92,7 milhões. A margem FFO
      diminuiu de 41,1% no 1T16 para 33,2% no 1T17.

      O FFO teria crescido 5,3% se a remuneração baseada em ações não fosse
      considerada, alcançando R$127,2 milhões. A margem FFO teria alcançado
      45,6% no 1T17, uma evolução de 230 p.b. sobre a margem FFO no 1T16.

      Curtir

      • Hennan,

        Não vejo nada de mais na forma de calculo do patrimônio da multiplan.

        O que vejo é que algumas empresas do setor de shopping misturam o lucro com a valorização patrimonial. Dai dificulta um pouco mais analisar a empresa. Mas isso não é o caso da multiplan

        Curtido por 1 pessoa

  2. Resultado 2016

    A Multiplan encerrou 31/12/16 com ABL de 715 mil m², 4,3% maior do que em 31/12/15, mantendo a posição de segunda colocada no ranking nacional de administradoras de shopping centers. Em 2016, a taxa de ocupação média dos shoppings da Multiplan foi de 97,5%, 0,9 p.p. abaixo do alcançado em 2015. A inadimplência em 2016 foi de 2,5%, representando aumento de 1,6 p.p. em comparação com 2015.

    Em que pese a redução da taxa de ocupação e o aumento da inadimplência, a Multiplan registrou em 2016 faturamento 4,2% maior do que em 2015, motivado pelos crescimentos de: 8,6% na receita com prestação de serviços, 7,9% na receita com estacionamento e 6,4% na receita com locação. As vendas nas mesmas lojas cresceram em todos os segmentos nas lojas Âncoras e nas lojas Satélites.

    O Parque Shopping Maceió e o Parque Shopping Campo Grande foram os maiores destaques da receita crescendo 8,6% e 8,0%, respectivamente. Os dois shopping centers beneficiaram-se de inaugurações recentes de lojas.

    A margem bruta teve recuo de 0,9 p.p. em relação a 2015, explicado pelo incremento do custo com aluguéis e serviços. Por outro lado, as despesas operacionais recuaram 1,1 p.p. refletindo diluição das mesmas e a redução de gastos com a terceirização na administração dos serviços.

    O crescimento do faturamento e a queda das despesas amenizaram a pressão na margem bruta e foram determinantes para a Multiplan registrar geração de caixa, expressa pelo Ebitda, de R$ 806 milhões, 4,2% maior do que em 2015, e apenas 5,5% menor do que nossa estimativa de R$ 853 milhões.

    Entretanto, o resultado financeiro mostrou piora, com a despesa financeira líquida aumentando 14,5%, justificado pelo aumento do endividamento.

    A dívida líquida da Companhia em 31/12/16 se situou em R$ 2,695 bilhões, 28,8% maior ante a posição de dezembro/15, sendo a totalidade em moeda nacional e 90% com vencimento no longo prazo. O aumento do endividamento é explicado pelo maior investimento realizado em 2016.

    De fato, a Multiplan investiu R$ 952,1 milhões durante o ano, o maior valor dos últimos quatro anos e o segundo maior desde a abertura de capital da Companhia. Foram investidos R$ 655,7 milhões, ou 68,9% do CAPEX total, nas recentes aquisições de participações minoritárias no BarraShopping e no MorumbiShopping, dois dos shoppings Center mais consolidados do portfólio da Multiplan. Adicionalmente, a Companhia continuou a construção do ParkShoppingCanoas e a análise de futuros novos negócios, investindo R$185,5 milhões no desenvolvimento de shopping centers. As expansões de shopping centers, que incluem o Centro Médico BarraShopping, o Centro Médico RibeirãoShopping, a Expansão II do Pátio Savassi e outras expansões, demandaram R$ 54,3 milhões do CAPEX no ano. Os investimentos em torres para locação, que inclui uma moderna passarela integrando o MorumbiShopping e o Morumbi Corporate, somaram R$ 32,7 milhões no ano, enquanto revitalizações, TI e outros totalizaram R$22,8 milhões.

    O pior resultado financeiro foi determinante para que a Multiplan encerrasse o exercício de 2016 com lucro líquido 13,9% menor do que o obtido em 2015, atingindo R$ 312 milhões e, 17% inferior à nossa estimativa de R$ 376 milhões.

    Curtir

  3. Multiplan tem lucro de R$ 58 milhões no 3T16

    No 3T16 registrou bom desempenho operacional mostrando Ebitda de R$ 171 milhões, 3% maior na comparação com o 3T15, explicado pelo aumento do preço médio do aluguel em seus shoppings, maior diluição dos custos e menor número de shoppings com menos de um ano em funcionamento. Por outro lado, o resultado financeiro foi pior, explicado pelo aumento dos juros sobre o endividamento e pelo aumento do investimento. Desta forma, a Multiplan registrou no 3T16 lucro líquido de R$ 58 milhões, significando decréscimo de 1% na comparação com o 3T15.

    Curtido por 1 pessoa

  4. ​Multiplan (MULT3): A cia fechou um negócio de R$ 495,9 milhões para a compra de duas fatias adicionais em shopping centers que já fazem parte do seu portfólio. As vendas foram realizadas pelo Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel). Pelo acordo, a Multiplan adquiriu do fundo uma fatia de 10,3% no Barra Shopping, no Rio de Janeiro, pelo montante de R$ 311,2 milhões. Com isso, a companhia passará a deter 61,3% do empreendimento. A outra compra se refere a uma participação de 8,0% no Morumbi Shopping, em São Paulo, por R$ 184,7 milhões. Com o acerto, a Multiplan passará a deter 73,7% da unidade.

    Curtido por 2 pessoas

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s