PINE – BCO PINE S.A.

PINE4

BM&FBOVESPA: PINE4

O Pine é um banco de atacado, especializado no atendimento a grandes empresas. O Banco oferece produtos de crédito, incluindo capital de giro, BNDES, trade finance, fianças, assim como operações de hedging, mercado de capitais, assessoria financeira e investment management.

São três principais linhas de negócios: Corporate Banking (originação de crédito), Mesa de Clientes (Hedging), PINE Investimentos (Mercado de Capitais, Investment Management e Assessoria Financeira).

Em cada um desses negócios se diferencia pela agilidade de resposta e pela proximidade com o cliente, buscando constantemente entender suas necessidades e construir soluções sob medida. No PINE, o foco é sempre o cliente.

A estrutura é desburocratizada e privilegia as decisões colegiadas. As diversas áreas trocam informações, a fim de buscar sempre a melhor e mais rápida resposta ao cliente. A cultura meritocrática estimula a circulação de informações.

Na administração de seu balanço, o PINE se caracteriza pelas diretrizes sólidas, com visão de longo prazo. São práticas e políticas rígidas de casamento de ativos e passivos, liquidez, provisionamento e capital.

Com esse perfil, o PINE vem apresentando crescimento e solidez, ao longo de seus quase 15 anos de existência, comprometido com a qualidade e segurança para clientes, investidores, acionistas e o mercado em geral.

RI:  http://www.pine.com/ri/pt/Servicos_Investidores/Fale_RI.aspx

Site:  http://www.bancopine.com.br/ri/pt/Default.aspx

Anúncios

25 comentários sobre “PINE – BCO PINE S.A.

  1. Resultados 4T13 e 2013
    LL 37MM -23% x 4T12 // LL2013 162MM -13,3% x 2012

    #fundamentos
    Contribuições positivas de todas as linhas de negócios: 62,9% de Crédito Corporativo, 27,9% da Mesa para Clientes, 5,5% da Pine.
    Investimentos e 3,7% da Tesouraria.
    Elevação dos ratings em escala global pelas agências Fitch e Moody’s. Com isso, o Banco está a uma nota do Grau de
    Investimento Global pelas três agências internacionais: Moody’s, Fitch e S&P.
    Gap positivo de liquidez mantido ao longo dos últimos anos.
    Balanço líquido, influenciado também pelo aumento das captações que elevaram o patamar de caixa.
    Em abril, o Banco Central homologou a segunda fase do aumento de capital realizado pelo DEG, Proparco, Controlador e
    minoritários num total de aproximadamente R$ 170 milhões, anunciado no segundo semestre de 2012.

    #Captações
    R$ 571,4 milhões através de uma estrutura de FIDC, pelo prazo de 5 anos.
    US$ 100 milhões através de um empréstimo sindicalizado pelo prazo de 2 anos.
    US$ 20 milhões através de uma transação de Senior Unsecured Term Loan e 10 anos de prazo.
    US$ 50 milhões – terceira captação em formato islâmico e prazo de 1 ano.

    #Negócios
    Alocação setorial segue pautada nos setores em que a atividade econômica se desenvolveu acima do PIB ou em que há
    necessidade de desenvolvimento e investimento, como Agronegócio e Infraestrutura.
    Melhora da qualidade da carteira de crédito.
    Maior participação da Mesa para Clientes no mix de receitas devido ao maior número de clientes e maior volatilidade nos
    mercados. O número de clientes evoluiu 40%, atingindo cerca de 200.
    Evolução de 3 posições no ranking de derivativos da Cetip, sendo o 12º maior banco e manutenção da vice-liderança em
    derivativos de commodities para clientes.
    Consolidação da estratégia da Pine Investimentos, com destaque para a Pine Securities, que em seu primeiro ano de atuação,
    executou 3 mandatos para clientes em setores distintos, num volume total de US$ 900 milhões.

    Curtir

  2. São Paulo, 06 de janeiro de 2014 – O PINE (BM&FBOVESPA: PINE4), banco de atacado focado no relacionamento de longo prazo com empresas de grande porte e investidores, informa aos seus acionistas e ao mercado em geral, conforme proposta do Conselho de Administração em reunião de 15.10.2013, submetida à, e aprovada pela, Assembleia Geral Extraordinária realizada em 01.11.2013, que o Banco Central do Brasil homologou em 23.12.2013 o aumento do capital social com parte do saldo das contas de Reserva Legal e Reservas Estatutárias, nos seguintes montantes:

    Reservas R$
    Reserval Legal (parte do saldo) 17.428.970,42
    Reservas Estatutárias (parte do saldo) 127.571.029,58
    Total 145.000.000,00

    Desta forma, PINE informa que a partir de 07.01.2014 (terça-feira) as ações de emissão deste banco serão negociadas “ex direito” à bonificação, sendo a data para crédito efetivo das ações 10.01.2014.

    Curtir

  3. Juros Sobre Capital Próprio e Dividendos Referentes ao Quarto Trimestre de 2013

    São Paulo, 27 de dezembro de 2013 – O PINE (BM&FBOVESPA: PINE4), banco de atacado focado no relacionamento de longo prazo com empresas de grande porte e investidores, informa que seu Conselho de Administração aprovou hoje, dia 27 de dezembro de 2013, conforme proposto pela Diretoria na mesma data, o pagamento de juros a título de remuneração sobre o capital próprio (“Juros Trimestrais”) e dividendos, referentes ao quarto trimestre de 2013, no montante total de R$ 30.000.000, a ser realizado no dia 13 de janeiro de 2014.

    Os acionistas do PINE terão direito de receber o valor por ação ON e PN demonstrado na tabela a seguir:

    Curtir

    • Espécie da Ação JCP Bruto (R$) Dividendos (R$)
      ON e PN R$ 0,1463034849 R$ 0,1291172322

      O dia 30 de dezembro de 2013 será considerado como data-base para determinação de direito de recebimento dos juros sobre capital próprio e dividendos propostos para pagamento no dia 13 de janeiro de 2014. As ações de emissão do PINE passarão a ser negociadas ex-direitos a partir de 2 de janeiro de 2014, inclusive.

      Curtir

  4. Resultados 3T

    Lucro Líquido 39M -14,9% x 3T12

    Carteira de Crédito +6,0% 3T13x2T13
    Captação Total +11,0% 3T13x2T13
    Patrimônio Líquido +0,4% 3T13x2T13
    Receitas de Prestação de Serviços +10,0% 3T13x2T13
    Lucro Líquido +2,6% 3T13x2T13
    ROAE +0,5 p.p 3T13x2T13

    -> Em 13 de setembro, a agência Moody’s elevou os ratings do Banco. Com isso, o PINE está a uma nota do Grau de Investimento Global pelas três agências internacionais: Moody’s, Fitch e S&P.
    -> Contribuições positivas das receitas em todas as linhas de negócios nos 9M13: 63,3% de Crédito Corporativo, 29,2% da
    Mesa para Clientes (FICC), 6,3% da PINE Investimentos e 1,2% da Tesouraria.
    -> Manutenção do gap positivo de liquidez há mais de 3 anos.
    -> Balanço líquido com caixa no valor de R$ 1,3 bilhão, equivalente a 39% dos depósitos a prazo.
    -> O PINE captou R$ 571,4 milhões através de uma estrutura de FIDC, pelo prazo de 5 anos. Ao final de setembro também
    concluiu um empréstimo sindicalizado no valor de US$ 100 milhões e prazo de 2 anos.
    -> O PINE subiu 4 posições e foi classificado entre os 12 maiores bancos no ranking de derivativos da Cetip e mantém a
    vice-liderança em derivativos de commodities para clientes.
    -> Segundo o ranking Melhores e Maiores da Revista Exame, o PINE está entre as 15 maiores instituições em volume de
    crédito para as grandes empresas, sendo o 6º banco privado de controle Brasileiro.
    -> Ainda de acordo com a Revista Exame, o PINE subiu 5 posições no ranking dos maiores bancos por patrimônio e hoje
    ocupa a 30ª colocação. Considerando somente bancos privados de controle Brasileiro, o PINE ocupa a 13ª posição.

    Curtir

  5. boa notícia!!
    INE (PINE-N2) AGE 01/11/2013 10H00 Bonificacao de 11,521270762367% no
    tipo das acoes possuidas
    DRI: Harumi Susana Ueta Waldeck

    1. Deliberar sobre o aumento do capital social, mediante a capitalizacao de
    parte do saldo das contas Reserva Legal e Reservas Estatutarias, atribuindo-se
    aos acionistas, a titulo de bonificacao, 11,521270762367 novas acoes bonificadas
    para cada lote de 100 acoes nominativas, conforme proposta do Conselho de
    Administracao em reuniao realizada em 15.10.2013; 2. Alterar a redacao do artigo
    5o. do Estatuto Social, que trata do capital social; e 3. Alterar os honorarios
    dos membros do Conselho de Administracao.

    O aumento do capital social do Banco sera de um montante total de
    R$145.000.000,00, passando de R$967.258.700,96 para R$1.112.258.700,96, com a
    emissao de 12.770.443 novas acoes nominativas, sendo 6.733.594 ordinarias e
    6.036.849 preferenciais, sem valor nominal.

    Apos a homologacao do aumento de capital pelo Banco Central do Brasil sera
    divulgado Aviso aos Acionistas informando a partir de quando as acoes de emissao
    do Banco serao negociadas ex direito a bonificacao.

    A bonificacao sera efetuada sempre em numeros inteiros, de forma que, nos termos
    do disposto no artigo 169, paragrafo 3o., da Lei 6.404/76, as sobras decorrentes
    das fracoes de acoes serao vendidas na BM&FBOVESPA – Bolsa de Valores,
    Mercadorias e Futuros e o valor liquido apurado sera disponibilizados aos
    acionistas detentores das eventuais fracoes, sendo certo que todas as
    informacoes relativas a tal procedimento serao oportunamente divulgadas pelo
    Banco por meio de Aviso aos Acionistas.

    O valor atribuido as acoes bonificadas, para fins fiscais, sera de
    R$11,354343776484 por acao.

    As acoes a serem emitidas terao os mesmos direitos conferidos pelo Estatuto
    Social do Banco e pela legislacao aplicavel as acoes ja existentes, inclusive,
    no que se refere aos direitos politicos, direito de preferencia na subscricao de
    acoes e farao jus a percepcao integral de dividendos e/ou juros sobre o capital
    proprio, distribuidos apos a Assembleia Geral Extraordinaria que aprovar a
    bonificacao.
    Encontram-se a disposicao no site da BM&FBOVESPA (www.bmfbovespa.com.br), em
    Empresas Listadas / Informacoes Relevantes, a Proposta da Administracao e a ata
    da RCA de 15/10/2013.

    Curtir

  6. Comunicado ao Mercado – Moody’s eleva os ratings do PINE

    São Paulo, 16 de setembro de 2013 – O PINE (BM&FBOVESPA: PINE4), banco de atacado focado no relacionamento de longo prazo com empresas de grande porte e investidores, informa que na última sexta-feira a Moody’s elevou os ratings do Banco conforme abaixo:

    Rating de depósito de longo prazo em escala global e moeda local: para Ba1 de Ba2;
    Rating de depósito de longo prazo em moeda estrangeira: para Ba1 de Ba2;
    Rating de depósito de longo prazo na escala nacional brasileira: para Aa2.br de A1.br;
    Rating de dívida sênior de longo prazo em moeda estrangeira: para Ba1 de Ba2;
    Rating de dívida subordinada de longo prazo em moeda estrangeira: para Ba2 de Ba3;
    Força financeira de bancos: para D+ de D;
    Perspectiva Estável.

    A agência atribuiu a melhora dos ratings à estabilidade dos indicadores financeiros e, especificamente, à qualidade dos ativos, rentabilidade e capitalização, fruto da diversificação das receitas. A consolidação do posicionamento estratégico do banco resultou em uma trajetória de rentabilidade e qualidade de ativos.

    Curtir

  7. Divulgação de Resultados do 1T13

    PINE REGISTRA R$ 46 MILHÕES DE LUCRO LÍQUIDO NO 1T13,
    COM MAIS UM TRIMESTRE DE RECORRÊNCIA EM TODAS AS LINHAS DE NEGÓCIO

    Outros Destaques
     Contribuições positivas das receitas em todas as linhas de negócios no trimestre: 56,6% de Crédito Corporativo, 34,1% da Mesa para Clientes (FICC), 7,6% da PINE Investimentos e 1,7% da Tesouraria.
     Gap positivo de liquidez mantido há mais de 11 trimestres: 15 meses para o crédito ante 17 meses para a captação.
     Balanço líquido com caixa no valor de R$ 1,4 bilhão, equivalente a 42% dos depósitos a prazo.
     O PINE segue classificado entre os 15 maiores bancos no ranking de derivativos da Cetip e o 2º em derivativos de commodities para clientes.
     Em 19 de abril, o Banco Central homologou o aumento de capital realizado pela Proparco no PINE. A operação resultou na emissão de 2.211.213 ações preferenciais, no montante de aproximadamente R$ 32 milhões, e contou com a participação de outros acionistas que exerceram seu direito de preferência a R$ 14,28. A transação proporcionou um ganho de Basileia de 0,4 p.p..
     Em 25 de abril, foi desembolsada pelo DEG a primeira transação da parceria PINE-DEG, no montante de US$ 16 milhões e prazo de 8 anos, para uma empresa do setor de autopeças.
     Em 30 de abril, realizamos também nossa primeira transação através da broker dealer em Nova Iorque, com volume de US$ 250 milhões, para uma empresa do setor sucroalcooleiro do estado de São Paulo.

    Crédito
    A carteira de Crédito, que inclui Cartas de Crédito a utilizar, Fianças, Títulos de Créditos a Receber e Títulos Privados, atingiu R$ 8.405 milhões em 31 de março de 2013, crescimento de 5,7% quando comparada a dezembro de 2012 e 13,2% superior ao mesmo período do ano anterior. A carteira de Capital de Giro, somada à carteira de Títulos Privados e Títulos de Créditos a Receber, que tem características semelhantes, apresentou crescimento de 12,4% quando comparada a março de 2012. O prazo médio da carteira de Empresas atingiu 15 meses em março de 2013.

    Captação
    O total de captação atingiu R$ 6.589 milhões em março de 2013, representando um crescimento de 2,3% em relação à março de 2012. O saldo de depósitos a prazo, incluindo Letras de Crédito do Agronegócio (LCA) e Imobiliário (LCI), fechou o trimestre R$ 3.285 milhões, representando uma variação de 7,9% frente a dezembro de 2012. O prazo médio ponderado dos depósitos atingiu 12 meses, enquanto o prazo médio da captação total atingiu 17 meses.

    Índice de Basileia
    Em março de 2013, o Banco Central publicou parte substancial das normas relacionadas à definição de capital e aos requerimentos de capital regulamentar com o objetivo de implementar no Brasil as recomendações do Comitê de Supervisão Bancária de Basileia (Basileia III). Com isso, o índice de Basileia atingiu 17,1%, bastante acima do nível mínimo regulatório (11%).

    Distribuição de Lucros / Juros sobre o Capital Próprio e Dividendos
    Em abril de 2013, o PINE pagou o valor total de R$ 30,0 milhões em proventos, sendo R$ 0,28 o valor bruto por ação. Deste total, R$ 15 milhões representam juros sobre capital próprio e R$ 15 milhões, dividendos. Desde 2008, o PINE distribui dividendos/Juros sobre Capital Próprio trimestralmente.

    Relações com Investidores
    O PINE disponibiliza informações aos acionistas por meio de seu site corporativo (www.pine.com/ri), boletins eletrônicos e relatórios trimestrais, bem como através de seu departamento de Relações com Investidores (telefone: (55 11) 3372-5343, e-mail: ri@pine.com).

    Auditores Independentes
    O PINE tem como procedimento restringir os serviços prestados pelos seus auditores independentes, de forma a preservar a independência e a objetividade do auditor em consonância com as normas brasileiras e internacionais. O trimestre encerrado em 31 de março de 2013 foi auditado pela PricewaterhouseCoopers Auditores Independentes, não tendo sido contratado, desta firma, nenhum outro serviço senão este de auditoria das nossas Demonstrações Financeiras.

    Curtir

  8. Resultados 4T12 e 2012

    PINE TEM LUCRO LÍQUIDO DE R$ 187 MILHÕES EM 2012, COM CRESCIMENTO
    DE 15,4% EM RELAÇÃO A 2011
    PATRIMÔNIO LÍQUIDO ATINGE R$ 1,2 BILHÃO, +20% NO ANO
    CARTEIRA DE CRÉDITO ATINGE R$ 7,9 BILHÕES, CRESCIMENTO DE 12,5 % FRENTE A 2011

    Contribuições positivas das receitas em todas as linhas de negócios em 2012: 62,8% de Crédito Corporativo, 16,7% da Mesa para
    Clientes, 10,2% da Tesouraria, e 10,3% da PINE Investimentos, com a consolidação de sua estratégia.
     PINE realiza a primeira captação de Huaso Bond de uma companhia brasileira no mercado chileno, no valor de US$ 73 milhões
    com prazo de 5 anos e a 2ª Captação em formato Islâmico no valor de US$37,5 milhões, pelo prazo de um ano.
     Conforme anunciado em agosto de 2012, o Proparco subscreveu, em fevereiro de 2013, o valor de aproximadamente R$ 27
    milhões em ações PINE4.
     Gap positivo de liquidez mantido há mais de 10 trimestres: 14 meses para o crédito ante 17 meses para a captação.
     Balanço líquido, resultado do aumento das captações que elevaram o patamar de caixa para o valor de R$ 1,8 bilhão,
    equivalente a 50% dos depósitos a prazo.
     Mais uma vez, o PINE está classificado entre os 15 maiores bancos no ranking de derivativos da Cetip e o 2º em derivativos de
    commodities para clientes.
     No ranking de originação de renda fixa da Anbima, o PINE ocupou a 9ª posição em número de transações e a 11ª posição em
    volume financeiro.
     9ª posição entre os maiores em crédito para grandes empresas, 15ª posição entre os maiores bancos do país em oferta de
    crédito para Pessoa Jurídica, e 5ª posição em riqueza criada por empregado, segundo o ranking Maiores e Melhores da revista
    Exame.
     Em 11 de dezembro de 2012, o PINE aderiu aos Princípios do Equador.

    Curtir

  9. PINE expande serviços e inaugura corretora em Nova York (EUA)

    São Paulo, 26 de novembro de 2012 – O PINE (BM&FBOVESPA: PINE4), banco de atacado focado no relacionamento de longo prazo com empresas de grande porte e investidores, inaugura sua primeira subsidiária americana, a PINE Securities USA LLC.

    A corretora localizada em Nova York, focará na distribuição de títulos de dívida corporativa e Research de grandes empresas brasileiras. A ampliação do escopo de atuação do PINE permitirá aos clientes estrangeiros o acesso a informações mais apuradas sobre o mercado brasileiro, bem como o desenvolvimento de um relacionamento de longo prazo.

    Esta é mais uma iniciativa do PINE em direção ao atendimento completo e relacionamento de longo prazo com seus clientes, investidores e com o mercado em geral.

    Curtir

  10. São Paulo, 24 de setembro de 2012 – O PINE, Banco de atacado focado no relacionamento de longo prazo com empresas de grande porte, informa que seu Conselho de Administração aprovou nesta data, conforme proposto pela Diretoria na mesma data, o pagamento de juros a título de remuneração sobre o capital próprio (“Juros Trimestrais”) e dividendos, referentes ao terceiro trimestre de 2012, no montante total de R$ 30.000.000, a ser realizado no dia 11 de outubro de 2012.
    Os acionistas do PINE terão direito de receber o valor por ação ON e PN demonstrado na tabela a seguir:
    Espécie da Ação JCP Bruto (R$) Dividendos (R$)
    ON e PN R$0,1430357050 R$0,161662949
    O dia 28 de setembro de 2012 será considerado como data-base para determinação de direito de recebimento dos juros sobre capital próprio e dividendos propostos para pagamento no dia 11 de outubro de 2012. As ações de emissão do PINE passarão a ser negociadas ex-direitos a partir de 1 de outubro de 2012.

    Curtir

  11. Fato Relevante – Letras Financeiras
    São Paulo, 14 de setembro de 2012 – O PINE (BM&FBovespa: PINE4), banco de atacado focado no relacionamento de longo prazo com empresas de grande porte, vem a público comunicar que protocolou, nesta data, na Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais – ANBIMA, pedido de análise prévia do registro do 1º Programa de Distribuição Contínua de Letras Financeiras no valor total de R$1.000.200.000,00 (um bilhão e duzentos mil reais), para distribuição contínua de até 3.334 (três mil trezentas e trinta e quatro) letras financeiras da Companhia, com valor nominal unitário de R$300.000,00 (trezentos mil reais).
    A Oferta terá início após a concessão do respectivo registro pela CVM, publicação do anúncio de início e divulgação do prospecto definitivo aos investidores

    Curtir

  12. Relatório Trimestral de Resultados – 2T12 (BR GAAP)

    PINE TEM LUCRO LÍQUIDO DE R$ 46 MILHÕES NO 2T12 COM CRESCIMENTO DE 27,8% SOBRE O 2T11| ROAE ATINGE 18,7%

    CARTEIRA DE CRÉDITO MANTÉM CRESCIMENTO E ATINGE R$ 7,5 BILHÕES, +18,6% NOS ÚLTIMOS 12 MESES

    Margem Financeira
    No 2T12, o Resultado da Intermediação Financeira antes de provisão para créditos de liquidação duvidosa atingiu R$ 139 milhões com margem de 7,8%, superior ao guidance. Os principais impactos sobre a margem financeira foram o aumento da carteira de crédito em relação ao 1T12, assim como a continuidade do bom desempenho das mesas de operações.

    Receitas de Prestação de Serviços
    As Receitas de Prestação de Serviços apresentaram crescimento de 40,9%, em 12 meses, positivamente impactadas pelas tarifas oriundas de operações da PINE Investimentos.

    Índice de Eficiência
    O Índice de Eficiência encerrou o trimestre em 28,2% ante os 29,5% do trimestre anterior. A melhora significativa no índice em doze meses é decorrente do aumento das receitas de prestação de serviços, principalmente na PINE Investimentos, e também pela significativa redução das despesas tributárias decorrente do ganho de causa do Cofins em Dezembro de 2011.

    Crédito Corporativo
    A Carteira de Crédito Expandida, que inclui fianças e títulos privados, atingiu R$ 7.478 milhões em 30 de junho, 2,4% maior do que em março de 2012 e 18,6% superior ao mesmo período do ano anterior. A carteira de Trade Finance foi destaque, com aumento de 13,0% no trimestre e de 49,5% em doze meses. A carteira de Capital de Giro, somada à carteira de Títulos Privados, que tem características semelhantes, apresentou crescimento de 5,2% no trimestre e de 20,2% quando comparada ao mesmo período do ano anterior. O prazo médio da carteira
    de Empresas era de 13 meses no 2T12.

    Outros Destaques
    Aumento de capital de aproximadamente R$ 155,0 milhões. O aumento se dará a partir da execução, nesta data, de acordo de subscrição com o DEG, no valor de R$ 30,00 milhões, em paralelo ao aporte do acionista majoritário, no valor de R$ 93,7 milhões, e dos administradores, no montante de R$ 7,2 milhões. Além disso, a agência francesa Proparco aprovou, em principio, um investimento de até €10 milhões. Essas transações elevarão o Índice de Basileia a 17,5%, um aumento aproximado de 1,6 p.p., e estão sujeitas as aprovações dos órgãos reguladores e outras condições precedentes, como anunciado no fato relevante de hoje.
    Em abril, o PINE efetuou sua primeira oferta pública de Letras Financeiras, totalizando o montante de R$ 313,2 milhões, com prazo de dois anos.
    Balanço líquido, com alto patamar de caixa, no valor de R$ 1,4 bilhão, equivalente a 38% dos depósitos a prazo.
    Gap positivo de liquidez de 3 meses entre a carteira de crédito e a captação: 13 meses para o crédito ante 16 meses para a captação. O gap positivo é mantido há mais de 2 anos.
    Contribuições positivas de todas as linhas de negócios nas receitas do semestre: 58,4% de Crédito Corporativo, 19,8% da Mesa para Clientes, 11,5% da Tesouraria, e a PINE Investimentos que contribuiu com 10,3%, demonstrando sua recorrência.
    Classificado entre os 15 maiores bancos no ranking de derivativos da Cetip e o 1º em termo de commodities para clientes.

    Curtir

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s