CREM – CREMER S.A.

CREM3.bmp

BMFBovespa: CREM3

A Cremer S.A. (“Cremer” ou “Companhia”), fundada em 1935, é uma das fornecedoras líderes de produtos para cuidados com a saúde nas áreas de primeiros socorros, cirurgia, tratamento e higiene. A sólida posição da Companhia no mercado de produtos têxteis e adesivos para a saúde resulta da combinação de produtos de qualidade superior com uma marca reconhecida, bem como de seu canal de vendas diretas, suportado por um call center com tecnologia de ponta, e por sua cobertura nacional de distribuição, os quais, a Cremer acredita, lhe coloca em uma posição única em seu setor.

O moderno call center da Cremer e seus 10 centros de distribuição (sendo 9 dedicados para o setor de saúde e 1 dedicado a adesivos industriais) estrategicamente localizados em todas as regiões do País lhe permitiu servir a aproximadamente 57.000 clientes em 2009, oferecendo cerca de 2.000 produtos. A marca “Cremer” está entre as mais fortes, mais reconhecidas e mais respeitadas do setor no Brasil. A Companhia também produz e vende adesivos e plásticos industriais de alta qualidade para utilização nas indústrias calçadista, têxtil e eletro-eletrônica, entre outras.

O setor de produtos descartáveis para a saúde no Brasil é altamente fragmentado. Há aproximadamente 6.400 hospitais e 55.000 drogarias e farmácias e aproximadamente 210.000 odontologistas em todo o País, que são atendidos por aproximadamente 1.500 distribuidores de produtos descartáveis para a saúde, os quais são, em sua maioria, empresas familiares, de pequeno porte e com atuação regional.

A Cremer acredita que o mercado nacional de produtos descartáveis para a saúde crescerá em função do aumento e envelhecimento da população, dos crescentes gastos com saúde e de uma maior penetração dos planos de saúde. Como o maior e um dos únicos fornecedores de produtos descartáveis para a saúde com cobertura nacional, a Companhia acredita estar bem posicionada para se beneficiar do crescimento esperado e se tornar o fornecedor preferencial para clientes e consumidores.

A grande competitividade da Companhia é resultado de seu modelo de negócio integrado, que combina sua produção com um call center com gestão e tecnologia de ponta e centros de distribuição estrategicamente posicionados no território nacional. A produção da Cremer lhe proporciona a escala necessária para manter uma rede de distribuição com capacidade nacional para distribuir produtos próprios e de terceiros. Essa estrutura lhe permite atender uma ampla e diversificada base de clientes, formada por hospitais, farmácias, laboratórios, bem como por clínicas odontológicas e veterinárias.

RI: acionistas@cremer.com.br

Site: http://www.cremer.com.br/ri

Anúncios

23 comentários sobre “CREM – CREMER S.A.

  1. Resultado 2T14
    LL 5,4 M -46% x 2T13

     Receita Líquida de R$ 153,4 milhões, 4,8% acima do 2T13
     Lucro Bruto de R$ 51,1 milhões, 1,7% acima do 2T13; Margem Bruta de 33,3%, 1,0 p.p. abaixo do 2T13
     EBITDA de R$ 20,9 milhões, 15,1% abaixo do 2T13, com Margem EBITDA de 13,6%, 3,2 p.p. abaixo do 2T13
     Lucro Líquido de R$ 5,4 milhões e Margem Líquida de 3,5%
     Consumo de caixa operacional de R$ 4,0 milhões e CAPEX de R$ 2,1 milhões
     Ciclo de caixa operacional de 66,1 dias, uma redução de 32,5 dias vs. 2T13
     Dívida líquida de R$ 224,9 milhões ou 2,93x o EBITDA dos últimos 12 meses

    http://www.mzweb.com.br/cremer/web/download_arquivos.asp?id_arquivo=3D7AC58D-9FFC-4B25-A764-F3F02B4B737C

    Péssimo Resultado

    Curtir

  2. Inside Cremer: Tarpon alcança a participação de 96,2% da Cremer

    Blumenau, 04 de julho de 2014,

    CREMER S.A. (“Companhia”), (BM&F BOVESPA: “CREM3”), fornecedora de produtos para cuidados com a saúde nas áreas de primeiros socorros, cirurgia, tratamento e higiene, em cumprimento ao estabelecido na Instrução CVM nº 358/02, comunica ao mercado o recebimento de notificação enviada pela Tarpon Gestora de Recursos S.A., nos seguintes termos:

    “Sem prejuízo das informações anteriormente prestadas ao mercado pelas instituições administradoras dos fundos de investimentos, conforme exigido pela Instrução CVM 409, e pelos representantes legais dos investidores não-residentes, conforme exigido pela Resolução CMN 2.689/00, a Tarpon Gestora de Recursos S.A. (“Tarpon”), em atendimento ao art. 12, §1º, da Instrução CVM nº 358, informa que o número de ações ordinárias de emissão da Cremer S.A. (“Companhia”) de titularidade dos fundos de investimentos e carteiras sob gestão discricionária da Tarpon (“Fundos”) atingiu 28.227.156, representando, aproximadamente, 96,2% do total de ações ordinárias de emissão da Companhia. Os Fundos participaram da eleição de membros do conselho de administração da Companhia e não pretendem alterar sua estrutura administrativa. Os Fundos não são titulares de bônus de subscrição ou qualquer outro direito de subscrição ou opção de compra de ações de emissão da Companhia e não há acordo regulando o exercício do direito de voto de que tais fundos e carteiras sejam parte”

    Curtir

  3. Resultados do 1T14
    LL R$ 5,3 M -47,6% x 1T13

    Receita Líquida de R$ 145,2 milhões, 7,4% acima do 1T13
    Lucro Bruto de R$ 48,2 milhões, 4,4% acima do 1T13; Margem Bruta de 33,2%, 0,9 p.p. abaixo do 1T13
    EBITDA de R$ 19,9 milhões, 15,7% abaixo do 1T13, com Margem EBITDA de 13,7%, 3,7 p.p. abaixo do 1T13
    Lucro Líquido de R$ 5,4 milhões e Margem Líquida de 3,7%
    Geração de caixa operacional de R$ 6,4 milhões e CAPEX de R$ 1,5 milhão
    Ciclo de caixa operacional de 66,2 dias, uma redução de 5,0 dias vs. 4T13
    Dívida líquida de R$ 218,9 milhões ou 2,72x o EBITDA dos últimos 12 meses

    http://www.mzweb.com.br/cremer/web/download_arquivos.asp?id_arquivo=3DE5ECAE-5023-4EB2-83B5-4589868B44D5

    Péssimo Resultado, impactado por despesas operacionais e financeiras.

    Curtir

  4. Resultados do Trimestre “4T13 e 2013″
    LL R$ 2,5 M -101% x 4T12 / LL R$ 30 M -400% x 2012

    Receita Líquida de R$ 571,6 milhões, 7,7% acima de 2012
    Lucro Bruto de R$ 188,6 milhões, 6,1% acima de 2012; Margem Bruta de 33,0%, 0,5 p.p. abaixo de 2012
    EBITDA de R$ 84,1 milhões, 40,1% acima de 2012, com Margem EBITDA de 14,7%, 3,4 p.p. acima de 2012
    Lucro Líquido de R$ 30,0 milhões e Margem Líquida de 5,3%
    Geração de caixa operacional de R$ 37,2 milhões no ano e investimentos em CAPEX de R$ 15,3 milhões
    Ciclo de caixa operacional de 71,2 dias, um aumento de 6,2 dias vs 2012
    Dívida líquida de R$ 193,1 milhões ou 2,29x o EBITDA dos últimos 12 meses

    http://www.mzweb.com.br/cremer/web/download_arquivos.asp?id_arquivo=F2B1A422-A94B-42A3-A134-3EFBC2A994D1

    Excelente resultado, não houve aumento nas receitas, redução nas despesas VGA, aumento nas receitas financeiras, e receitas operacionais.

    Curtir

  5. LL R$2.553M -108,17% x 4T12 R$30.032M -386,67% 2013 x 2012

    DESTAQUES

    * Receita Líquida de R$ 571,6 milhões, 7,7% acima de 2012
    * Lucro Bruto de R$ 188,6 milhões, 6,1% acima de 2012; Margem Bruta de 33,0%, 0,5 p.p. abaixo de 2012
    * EBITDA de R$ 84,1 milhões, 40,1% acima de 2012, com Margem EBITDA de 14,7%, 3,4 p.p. acima de 2012
    * Lucro Líquido de R$ 30,0 milhões e Margem Líquida de 5,3%
    * Geração de caixa operacional de R$ 37,2 milhões no ano e investimentos em CAPEX de R$ 15,3 milhões
    * Ciclo de caixa operacional de 71,2 dias, um aumento de 6,2 dias vs 2012
    * Dívida líquida de R$ 193,1 milhões ou 2,29x o EBITDA dos últimos 12 meses
    * Deliberação em 27 de dezembro para a distribuição de R$ 1,3 milhão de JCP; em 2013 foram declarados no total R$ 10,4 milhões com pagamento no final do 1T14. Também foi proposto o pagamento R$ 0,8 milhão em dividendos para ser deliberado na AGO
    * Recompra de 1.278.900 ações durante o 4T13 e 2.307.000 durante o ano, totalizando R$ 34,8 milhões. Seguimos com o plano de recompra em 2014 e recompramos 1.441.000 ações, totalizando R$ 22,3 milhões
    * Concluída a mudança do CD da BU Odonto para Itapeva, MG e início das operações a partir de outubro 2013
    * Plataforma Plásticos: início da incorporação da Plásticos Cremer e Paraisoplex na Embramed; implantação do ERP da Cremer na Embramed; novo site de produção com reeducandas no Presídio Feminino de Santana; transferência da Unidade São Paulo (produtos linha P.Simon) para São Sebastião do Paraíso, MG

    Curtir

  6. Resultados 3T13

    Lucro Líquido 7,4M -46,9% 3T13x3T12

    -> Receita Líquida de R$ 152,7 milhões, 12,0% acima do 3T12
    -> Lucro Bruto de R$ 48,8 milhões, 5,7% maior que o 3T12;
    -> Margem Bruta de 32,0%, 1,9 p.p. abaixo ao 3T12 
    -> EBITDA de R$ 20,8 milhões, 6,1% acima do 3T12, com Margem EBITDA de 13,7%, 0,8 p.p. abaixo do 3T12
    -> Lucro Líquido de R$ 7,4 milhões e Margem Líquida de 4,8%, respectivamente 46,9% e 5,3 p.p. abaixo do 3T12;
    -> Geração de caixa operacional de R$ 30,0 milhões no trimestre e investimentos em ativo imobilizado de R$ 3,9 milhões
    -> Ciclo de caixa operacional de 77,1 dias, uma melhora de 9,7 dias vs. 3T12
    -> Dívida líquida de R$ 197,5 milhões ou 2,58x o EBITDA dos últimos 12 meses
    -> Deliberação em 23 de agosto para a distribuição de R$ 3,4 milhões de JCP; em 2013 já foram declarados R$ 9,1 milhões com pagamento previsto para o final do 1T14
    -> Recompra de 1.028.100 ações durante o 3T13
    -> Cancelamento de 1.015.913 ações em tesouraria e aprovação de um novo programa de recompra de ações de até 1.010.894 ações.
    -> Saída dos conselheiros Pedro Moll e Rodrigo Vieira, e nomeação de Alexandre Suguita
    -> Inicio da mudança do CD da BU Odonto de Blumenau, SC para Itapeva, MG
    -> Conclusão da transferência da produção dos produtos da linha PSimon de São Paulo, SP para a fábrica da Embramed em São Sebastião do Paraíso, MG e fechamento da Unidade SP

    Curtir

      • Eu saí de um fundo de ações justamente porque investe nessa empresa. Investem em BRF, e possuem uma pequena participação aqui também. Aliás preferi eu mesmo escolher minhas ações e encerrei minhas posições em fundos de ações.

        Curtir

      • já acertei Ricardo, o texto foi montado de forma a confundir mesmo; que conclusão você tira disso?
        tenho comigo que quando o resultado é bom, a primeira frase do Relatório é: ” O Lucro Líquido foi de ”

        qualquer coisa diferente disso, eles correm para posta o EBITDA, a Dívída e pior, quando nada apresenta melhora, vai um texto solto com frases vagas.

        Curtir

      • Valeu Tetzner, tem mais um que eu errei, já postei la na ficha, o PINE.

        Sim, alguns colocam a frase do lucro líquido no terceiro ou quarto parágrafo outros, é como você disse, a coisa fica vaga. A conclusão que tiro é que se pudessem esconderiam a sujeira para debaixo do tapete e rasuravam o relatório para iludir o acionista.

        Curtir

    • Resultado Ruim, conseguiram a proeza de reduzir o lucro pela metade, mesmo com aumento na receita; cabe perguntar ao RI o que a empresa está fazendo? onde foi investido o dinheiro da venda do imóvel para o FII?

      do jeito que vai… divida líquida já está em 2,54 x EBITDA….

      Curtir

  7. Resultados Consolidados
    No 1T13, nossa receita líquida, atingiu R$ 135,2 milhões, 6,9% maior se comparada à do
    1T12:
    Fonte: Relatórios Gerenciais da Companhia (não examinados por auditor independente)
    BU Hospitalar
    A receita líquida da BU Hospitalar, que representou 53,8% da receita líquida total da Companhia no trimestre, apresentou um crescimento de 3,5% quando comparado ao 1T12,atingindo R$ 72,7 milhões. Observamos um começo de ano com vendas mais fracas, especialmente para o setor público. Na BU podemos destacar:
    (i) A plataforma de produtos com base têxtil, que representou 36,4% da receita líquida da BU no trimestre, apresentou no 1T13 uma redução de 6,6% vs. o 1T12
    (ii) A plataforma de produtos plásticos representou 28,0% da receita líquida da BU no 1T13, e obteve um crescimento de 27,9% vs. 1T12. Tivemos avanços importantes na estratégia de cross-selling através da venda técnica e homologação dos produtos nos hospitais
    (iii) A plataforma de produtos com base látex cresceu 12,9% vs. 1T12, em função de uma maior disponibilidade de produtos e representou 27,4% da receita líquida da BU.
    Continuamos observando um mercado com margens apertadas com os participantes ainda no processo de adaptação às mudanças de ICMS sobre o produto importado

    BU Consumo
    A BU Consumo, que contribuiu com 24,1% da receita total no trimestre, teve um faturamento de R$ 32,5 milhões no 1T13, 4,7% acima do 1T12. No trimestre, descontinuamos alguns produtos, impactando negativamente na comparação de crescimento da receita. Considerando o apenas os itens continuados, a receita apresentou um crescimento de 9,8% vs. 1T12. Destacamos ainda:
    (i) A plataforma de produtos com base têxtil, que representa 59,5% da receita líquida da BU, obteve uma receita líquida de R$ 19,3 milhões no 1T13, um crescimento de 4,8% vs 1T12, puxado principalmente pelos produtos das famílias algodão, hastes flexíveis e faixas esportivas
    (ii) A plataforma de produtos adesivos, que representa 23,6% da receita líquida da BU, obteve uma receita líquida de R$ 7,7 milhões no 1T13, um crescimento de 12,4% vs. 1T12
    (iii) A linha de produtos de higiene pessoal apresentou no 1T13 uma receita de R$ 2,6 milhões e foi a mais impactada pelos produtos descontinuados

    Curtir

  8. Receita Líquida de R$ 530,9 milhões, 16,0% acima de 2011

    Lucro Bruto de R$ 177,6 milhões, 17,8% maior que 2011; Margem Bruta de 33,5%, 0,5 p.p. superior à de 2011

    EBITDA de R$ 60,0 milhões, 8,3% abaixo de 2011, com Margem EBITDA de 11,3%, 3,0 p.p. abaixo de 2011, impactado negativamente por R$ 4,7 milhões de despesas relacionadas ao processo de reestruturação realizado no 4T12

    No 4T12 tivemos o impacto de R$ 84,2 milhões de despesas não recorrentes relacionadas principalmente com impairments de nossos ativos, resultando em um Prejuízo Líquido em 2012 de R$ 10,5 milhões e Margem Líquida de -2,0%; Lucro Líquido Caixa1 de R$ 85,7 milhões, aumento de 108,5% se comparado com 2011

    Geração de caixa operacional de R$ 56,9 milhões, CapEx de R$ 14,7 milhões no ano e aquisições de R$ 32,1 milhões

    Ciclo de caixa operacional de 65,0 dias no final de 2012; uma redução de 6,5 dias vs 2011

    Dívida líquida de R$ 167,7 milhões ou 2,79x o EBITDA dos últimos 12 meses

    Assinatura do contrato de venda e compra com a CSHG Logística e recebimento do sinal de R$ 15,4 milhões

    Venda de terrenos não operacionais totalizando R$ 14 milhões

    Realizado processo de adequação e redução da estrutura organizacional, gerando uma despesa de reestruturação de R$ 4,7 milhões

    Em Janeiro/2013 a Tarpon Gestora de Recursos S.A atingiu 51,5% e passou a ser a controladora da Cremer

    Impairment dos ativos no 4T12 resultando numa despesa não operacional e não recorrente de R$ 70,3 milhões

    Curtir

  9. Blumenau, 15 de outubro de 2012,

    A Cremer S.A. (“Cremer” ou “Companhia”), (BM&F BOVESPA: “CREM3”), fornecedora de produtos para cuidados com a saúde nas áreas de primeiros socorros, cirurgia, tratamento e higiene, em cumprimento ao disposto na Instrução CVM 358/02, comunica ao mercado o recebimento, na noite de 11 de Outubro, de notificação enviada pela Tarpon Gestora de Recursos S.A.:

    “Sem prejuízo das informações anteriormente prestadas ao mercado pelas instituições administradoras dos fundos de investimentos, conforme exigido pela Instrução CVM 409, e pelos representantes legais dos investidores não-residentes, conforme exigido pela Resolução CMN 2.689/00, Tarpon Gestora de Recursos S.A. (“Tarpon”), em atendimento à Instrução CVM nº 358, art. 12, informa que o número de ações ordinárias de emissão da Cremer S.A. (“Companhia”) de titularidade dos fundos de investimentos e carteiras sob gestão discricionária da Tarpon (“Fundos”) atingiu 16.230.900, representando 49,70% do total de ações ordinárias de emissão da Companhia.

    Os Fundos participaram da eleição de membros do conselho de administração e dos comitês de assessoramento da Companhia, influenciando sua gestão e não pretendem alterar sua forma de atuação. Poderão, dependendo das condições de mercado, continuar a adquirir ações, o que poderá resultar na titularidade da maioria das ações ordinárias de emissão da Companhia. Esses fundos e carteiras não são titulares de bônus de subscrição ou qualquer outro direito de subscrição ou opção de compra de ações de emissão da Companhia e não há acordo regulando o exercício do direito de voto de que tais fundos e carteiras sejam parte”.

    Curtir

  10. A Cremer S.A. (BM&FBovespa: CREM3), fornecedora de produtos para cuidados com a saúde nas áreas de primeiros socorros, cirurgia, tratamento e higiene, comunica aos seus acionistas e ao mercado em geral, que foi firmado, nesta data, entre a Companhia, a Cremer Administradora de Bens Ltda. e o CSHG Logística – Fundo de Investimento Imobiliário (“CSHG FII”), um Memorando de Entendimentos Vinculante (“MOU”), estabelecendo regras, premissas, prazos e condições para alienação dos imóveis onde se localizam a planta têxtil e as instalações administrativas da Companhia em Blumenau/SC, pelo valor total de R$ 76,9 milhões. O MOU estabelece também, as condições para transferência do atual contrato de locação desses imóveis para CSHG FII, que passará de R$ 408 mil para R$ 654 mil mensais.

    Curtir

  11. Pagamento de Juros sobre Capital Próprio
    1. o pagamento aos acionistas de juros sobre o capital próprio no valor total de R$ 2.069.873,35 equivalente ao valor bruto de R$ 0,06338028 por ação, observada a incidência sobre esse valor do Imposto de Renda com alíquota de 15%, nos termos da legislação vigente
    2. o pagamento será creditado até 31 de março de 2013 e terá como base de cálculo a posição acionária do final do pregão do dia 27 de agosto de 2012
    3. as ações da Companhia serão negociadas “ex juros sobre o capital próprio” a partir do dia 28 de agosto de 2012, inclusive

    Curtir

  12. Resultados 2T12
    DESTAQUES DO TRIMESTRE

    Receita Líquida de R$ 132,6 milhões, 15,8% acima do 2T11

    Lucro Bruto de R$ 45,2 milhões, 22,1% maior que 2T11, com uma Margem Bruta de 34,1%, 1,8 p.p. superior ao resultado do 2T11

    EBITDA de R$ 17,0 milhões, 0,1% abaixo do 2T11, com Margem EBITDA de 12,8%, 2,0 p.p. abaixo do 2T11;

    Lucro Líquido de R$ 3,8 milhões e Margem Líquida de 2,9%, respectivamente 26,5% e 1,7 p.p. inferior ao 2T11; Lucro Líquido Caixa1 de R$ 11,5 milhões, aumento de 6,1% se comparado com 2T11

    Geração de caixa operacional de R$ 11,5 milhões, excluindo os impactos dos fluxos financeiros, de capex e aquisições

    Ciclo de caixa operacional de 76,3 dias no final do 2T12

    Dívida líquida de R$ 185,7 milhões ou 2,77x o EBITDA dos últimos 12 meses

    Deliberação de JCP de R$ 3,7 milhões a ser pago até o final do 1T13

    Notificação, Aprovação e Exercício da opção de compra da Embramed por R$ 32,1 milhões

    Renúncia do cargo de conselheiro do Sr. Sergio Lisa de Figueiredo e nomeação do Sr. Eduardo Fontana D’Avila para sua posição

    Curtir

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s