SULA – SUL AMERICA S.A.

SULA11.bmp

BMFBovespa: SULA11

A SulAmérica é o maior grupo segurador independente do Brasil e atua em diversos ramos de seguros. De acordo com dados da SUSEP e ANS, em Junho de 2011, a Companhia ocupava a quarta posição no ranking das seguradoras brasileiras, em termos de prêmios de seguros.

Desde outubro de 2007, a SulAmérica integra o Nível 2 de Práticas Diferenciadas de Governança Corporativa da BM&FBovespa, tendo realizado a maior oferta pública inicial de ações feita por um grupo segurador brasileiro, negociando 25 milhões de units e captando um total de R$775 milhões. Associada ao Grupo ING desde 2002, a SulAmérica conta com cerca de 37% de suas ações em circulação no mercado.

Em 2002, a SulAmérica celebrou uma parceria com o ING, uma Companhia de origem holandesa, com atuação mundial no ramo de serviços financeiros que, em 30 de setembro de 2009 detinha, direta e indiretamente, 36% do capital social total da SulAmérica. O ING tem 150 anos de experiência no mercado financeiro e oferece uma ampla variedade de serviços bancários, de seguros e administração de recursos em mais de 50 países. O ING contribuiu significativamente com as linhas de negócios da Companhia relativas a seguros de vida, previdência complementar e administração de recursos, compartilhando seu conhecimento nesses segmentos.

A SulAmérica conta com 6,7 milhões de clientes em sua carteira de produtos e serviços diversificados, nas áreas de seguro saúde, de automóveis, riscos elementares, pessoas, previdência privada e gestão de ativos.

No ano de 2011, a receita de prêmios de seguros alcançou R$ 9,4 bilhões. Além disso, em 30 de dezembro de 2011, a SulAmérica totalizou R$ 19,6 bilhões em ativos administrados.

Os negócios da Companhia são realizados por meio de uma ampla e diversificada rede de distribuição, que em dezembro de 2011 incluía mais de 30 mil corretores ativos. A companhia conta também com parcerias com mais de 20 instituições financeiras de varejo, que adicionam à SulAmérica 16 mil pontos de venda. A SulAmérica acredita que essa estratégia de distribuição permite que clientes atuais e potenciais tenham maior acesso a sua carteira de produtos por meio do canal de sua escolha.

RI: ri@sulamerica.com.br

Site:  http://www.sulamerica.com.br/ri/

Anúncios

22 comentários sobre “SULA – SUL AMERICA S.A.

  1. SulAmérica tem lucro de R$ 119,8 milhões e anuncia pagamento de dividendos

    Prêmios de seguros cresceram 9,7%, ultrapassando os R$ 3,5 bilhões no terceiro trimestre deste ano, com destaque para o segmento de saúde e odontológico

    Por Marina Neves |

    SÃO PAULO – Nesta terça-feira (28) após o fechamento do mercado a Sul América (SULA11) divulgou seus resultados para o terceiro trimestre de 2014. De acordo com o comunicado, o lucro líquido da companhia cresceu 2,3% na comparação com o mesmo período de 2013, ficando a R$ 119,8 milhões neste ano, deixando para trás os R$ 117,1 milhões registrados ano passado.

    De acordo com a empresa, contribuíram para o crescimento do lucro líquido “o modelo de negócios diferenciado, nossa sólida condição financeira e o bom reconhecimento de nossa marca. Estes diferenciais, que nos últimos anos vem se traduzindo em um consistente ritmo de crescimento das receitas, nos permitirão seguir aproveitando as oportunidades de crescimento que o mercado de seguros brasileiro apresenta”.

    A companhia ainda divulgou o crescimento de 9,7% dos prêmios de seguros, ultrapassando os R$ 3,5 bilhões no terceiro trimestre deste ano, com destaque para o segmento de saúde e odontológico. O resultado financeiro de R$ 176,6 milhões deste trimestre também foi destaque, sendo 34,1% maior do que o registrado no mesmo período de 2013. O total de receitas da SulAmérica cresceu 11,8% na comparação com o terceiro trimestre de 2014, ficando em R$ 4,4 bilhões.

    Além disto, a companhia anunciou que a partir do dia 17 de novembro irá iniciar o pagamento de dividendos relativos ao terceiro trimestre deste ano, no montante de R$ 0,012 por ação ordinária e preferencial; para as units, no entanto, o montante será de R$ 0,036 por cada uma, totalizando, aproximadamente R$ 12 milhões. Receberão o provento acionistas posicionados nos papéis nesta terça-feira, com as ações e units passando a ser negociadas “ex-dividendos” a partir de amanhã.

    Curtir

  2. Resultado 2T14
    • Total de receitas e arrecadações é de R$ 4,2 bilhões e cresce 18,3% na comparação com o 2T13
    • Prêmios de seguros crescem 12,3% e ultrapassam a marca de R$ 3,3 bilhões no trimestre
    • Índice de sinistralidade no trimestre é de 79,0%
    • Índice combinado ampliado fica em 98,0%, em linha com o 2T13
    • Carteira de ativos tem rentabilidade de 107,9% do CDI no trimestre
    • Lucro líquido de R$ 53,6 milhões no 2T14
    • Resultado financeiro de R$ 164,8 milhões no trimestre, 102,5% maior que no 2T13

    Curtir

  3. Resulltados do 1T14
    LL 80,7 M +242,5% x 1T13

    Total de receitas e arrecadações cresce 13,5% na comparação com 1T13
    •Prêmios de seguros crescem 10,9% no trimestre
    •Índice de sinistralidade no período é de 77,5%, 0,4 p.p. melhor que 1T13
    Teleconferência de resultados
    16 de maio de 2014 (sexta-feira)
    Português (com tradução simultânea para o inglês) 10h (Brasília) / 9h (US/DST)
    Brasil: +55 (11) 3127-4971 / USA: +1 (516) 300-1066
    http://www.sulamerica.com.br/ri
    Relações com investidores: ri@sulamerica.com.br +55 (11) 2506-9111
    •Índice combinado fica em 101,9% , 0,7 p.p. melhor do que do 1T13
    •Carteira de ativos tem rentabilidade de 106,6% do CDI no trimestre
    Gabriel Portella
    Diretor-Presidente
    •Lucro líquido de R$ 80,7 milhões no 1T14
    http://www.mzweb.com.br/sulamericari/Web/download_arquivos.asp?id_arquivo=EEB401D0-4A6E-43EB-88C9-2A15C37B4E73

    Excelente resultado, aumento nos prêmios retidos e ganhos, reflexo da estabilidade nos sinistros da companhia, e aumento nas operações de capitalização.

    Curtir

  4. Resulltados do 4T13:
    LL R$ 289,2M +11,2%x4T12 //LL R$ 480,4M -0,6%x2012
    Destaques:
    Lucro líquido de R$ 289,2 milhões no 4T13 e de R$ 480,4 milhões em 2013
    Receita consolidada atinge R$ 4,0 bilhões no trimestre e R$ 14,7 bilhões em 2013
    Receita de prêmios de seguros cresce 16,7% no trimestre e 15,1% no acumulado do ano
    Índice combinado fica em 93,6% no trimestre e encerra o ano em 98,8%

    Curtir

  5. Resultados 3T13

    Lucro líquido de R$117,1 M +9,7% 3T12

    > Receita de prêmios de seguros cresce 14,8% e ultrapassa R$3,2 bilhões no trimestre
    > Receita total, que inclui seguros, previdência, gestão de ativos e capitalização, atinge R$4,0 bilhões no trimestre
    > Sinistralidade total apresenta melhora de 0,4 p.p. no trimestre e de 0,7 p.p. no acumulado do ano
    > Índice combinado fica abaixo de 99% no trimestre
    > Carteira de ativos investidos alcança rentabilidade de 109,1% do CDI nos 9M13
    > Lucro líquido de R$117,1 milhões no trimestre, 9,7% maior do que o 3T12

    >>>Estamos reportando números que, acreditamos, revelam resultados expressivos para a SulAmérica no trimestre. A Companhia
    ultrapassou, pela primeira vez, a marca de R$1 bilhão em receita de prêmios de seguros em um único mês, levando os prêmios do trimestre a alcançarem volume superior a R$3,2 bilhões, com crescimento de 14,8% quando os comparamos com os do mesmo período em 2012. A Companhia tem sido capaz de manter um elevado grau de vigor na frente comercial, vigor esse que vem sendo sustentado por importantes investimentos que realizamos na ampliação da nossa rede de distribuição e em estruturas de presença física, presentes não apenas nas grandes cidades, mas também em regiões com elevado potencial de crescimento.

    >>>Ampliamos a oferta de produtos e serviços em nossas principais linhas de negócios e agregamos novas opções para nossos
    clientes e corretores com a incorporação da SulaCap. A aquisição da SulaCap foi concluída em abril desse ano e as principais
    ações de integração da empresa nas estruturas da SulAmérica encontram-se em pleno desenvolvimento.

    >>>O terceiro trimestre marca o início de um ciclo em que algumas de nossas linhas de negócios são favorecidas por efeitos sazonais. Confirmando essa tendência, superamos os resultados do segundo trimestre em mais do que o dobro e aumentamos em cerca de 10% o lucro em relação ao terceiro trimestre de 2012. Contribuíram para isso o extraordinário desempenho de nossas operações de automóveis e a performance dos nossos segmentos de seguro saúde PME e de planos odontológicos. Nesses ramos, estamos mantendo uma constante trajetória de expansão, explorando novos segmentos e oportunidades de negócios junto à nossa ampla base de segurados. Os resultados consolidados da atividade de capitalização também já confirmaram sua esperada contribuição, corroborando expectativa presente na decisão de adquirirmos o ativo.

    >>>Investimos para dar ainda maior visibilidade à marca SulAmérica, ampliando a parceria com importantes redes de shopping
    centers do Brasil. Nessas parcerias, além de vantagens para nossos segurados, estamos oferecendo uma nova experiência em
    atendimento em caso de sinistros, com unidades de nossos centros de atendimento convenientemente localizadas em alguns
    desses empreendimentos.

    >>>Estamos atentos aos desafios de um ano marcado por incertezas nos mercados em geral e pela volatilidade resultante dessa
    incerteza. Ainda assim, estamos confirmando nossos planos de investimento, ampliando nossa capacidade de processamento
    para adequá-la aos crescentes volumes de nossas operações e ao maior grau de exigência com que nos defrontamos em decorrência de nossos elevados objetivos de excelência em serviços. Tudo isso antecipa um quarto trimestre de desafios não menos importantes, que iremos superar confiantes, com muito trabalho e dedicação.

    Curtir

    • Bom resultado. Crescimento, nos prêmios, receitas, bom resultado nos ativos investidos, queda na sinistralidade, bom proveito da sazonalidade, com perspectivas positivas para o 4 trimestre, melhor distribuição dos produtos, e foco na acessibilidade ao mercado, atuando com parcerias junto a shopping centers (presença física).

      Para efeito de comparação:

      Crescimento nos lucros (setor em crescimento, com bom destaque para o comentário do Ricardong, na página da PSSA, só não cresce mais por restrições quanto aos ativos investidos)
      PSSA +12% 3t12
      SULA +9,7% 3t12

      Receita com Prêmios
      PSSA +22% 3T13 x 3T12
      SULA +14,8% 3T13 x 3T12

      Indice combinado
      PSSA 95,8%
      SULA +ou- 99%

      Sinistralidade
      PSSA redução de 3,1%
      SULA redução de 0,4%

      Apesar do bom resultado, PSSA, apesar de queda no resultado operacional, ao meu ver ainda tem vantagem sobre SULA, em lucratividade e eficiência. Também gostei mais do relatório de PSSA, mais explanado. O resultado dos ativos investidos, SULA foi melhor.

      Curtir

      • o índice combinado já mata na mosca; tem que fica abaixo de 100%, mas pela estatística dos sinistros dificilmente consegue fica muito abaixo (95% é algo surreal). Se ficar acima de 100% é ruim, mal sinal mesmo.

        Curtir

      • Tetzner, neste caso, a venda de seguros em sí, que é o que conta no índice combinado, e a sinistralidade não ter sofrido uma queda mais expressiva, deixa ela com desvantagem? Mesmo apresentando um bom 3T.?

        Curtir

      • e a mídia já se pronuncia:

        Sulamérica registra lucro de R$ 118,9 mi no 3º tri

        CYNTHIA DECLOEDT – Agencia Estado

        SÃO PAULO

        A SulAmérica registrou lucro líquido de R$ 118,9 milhões no terceiro trimestre, 11,3% superior ao mesmo período de 2012 e 126,6% acima do segundo trimestre.

        O lucro líquido após a participação de não controladores atingiu R$ 117,1 milhões, 9,7% acima do mesmo período de 2012, positivamente impactado, principalmente, pela redução da sinistralidade total da empresa e a contribuição da operação de capitalização. Frente ao segundo trimestre, o aumento foi de 131,4%.

        As receitas totais subiram para R$ 3,954, alta de 14,1% em relação ao terceiro trimestre do ano passado e 11,7% superior ao segundo trimestre. Segundo a companhia, pela primeira vez, as receitas de prêmios em um único mês superaram a marca de R$ 1 bilhão.

        O retorno sobre o patrimônio líquido (ROAE) melhorou 0,7 ponto porcentual para 13,6% no terceiro trimestre frente ao mesmo período de 2012.

        O índice de sinistralidade caiu 0,4 ponto porcentual no terceiro trimestre em relação ao mesmo período do ano passado, para 75,7%.

        O índice combinado, que mede a eficiência operacional da seguradora, melhorou 0,3 ponto porcentual, para 98,8%.

        Os prêmios com seguros avançaram R$ 3,202 bilhões, aumento de 14,8% em relação ao terceiro trimestre de 2012 e de 8,6% frente ao segundo trimestre.

        O segmento de automóveis encerrou o terceiro trimestre com aumento de 24,1% nos prêmios emitidos frente ao mesmo período de 2012 e frota segurada ultrapassando a marca de 1,5 milhão de veículos como resultado de uma adequada política de subscrição.

        Curtir

  6. Resultados 4T12 e 2012

    Crescimento Forte e Consistente em Prêmios. Melhoria nos Resultados.

    R$10,6 bilhões em prêmios de seguros no ano, crescimento de 12,5%, incluindo crescimento de 8,3% no 4T12

    17,8% de crescimento em prêmios de seguro saúde no ano, com destaque para o desempenho das carteiras de PME e

    odontológico, ambas com crescimento acima de 30%

    Sinistralidade total de 74,4% no ano, em linha com 2011 e com melhora em todas as linhas de negócio na

    comparação trimestral, resultado da qualidade da subscrição e gestão de sinistros

    Índice combinado de 99,4% no ano, melhora de 0,6 p.p. na comparação com 2011

    Resultado da operação de ativos aumenta 69,9% na comparação com 2011 R$483,2 milhões de lucro líquido, montante

    7,8% superior ao de 2011

    Curtir

  7. Resultado Trimestral – 2T12

    Prêmios de seguros apresentam forte crescimento, impulsionados principalmente pelo desempenho dos ramos de seguro saúde e odontológico
    Sinistralidade aumenta no seguro saúde e no ramo de automóveis
    Resultado financeiro diminui com ambiente de taxas de juros mais baixas Índice combinado de 104,6%, impactado pelo incremento da sinistralidade
    Lucro líquido no 2T12 de R$3,6 milhões

    Índice Combinado
    O índice combinado do 2T12 ficou praticamente estável em 104,6% quando comparado ao 2T11, sendo que o impacto neste trimestre se deu, principalmente, pelo aumento da sinistralidade dos segmentos de saúde e automóveis, comentado anteriormente.

    Resultado Financeiro
    A carteira alcançou rentabilidade de 108,3% do CDI, e o resultado financeiro apresentou redução de 26,9% no 2T12 em relação ao 2T11

    Lucro Líquido
    A queda de 86,8% no lucro líquido da SulAmérica em relação ao 2T11 se deveu: principalmente, pelo aumento da sinistralidade nos dois maiores segmentos da Companhia; a uma menor contribuição do resultado financeiro.

    Saúde e Odontológico
    Prêmios
    O segmento continuou a apresentar forte crescimento no trimestre, mantendo desempenho em linha com o 1T12, e alta de 18,6% quando comparado ao 2T11.
    Sinistralidade
    A sinistralidade total do segmento foi de 88,2% no 2T12, 4,6 p.p. acima da registrada no 2T11. No 6M12, esse indicador foi de 84,6%, 2,7 p.p. acima do mesmo período de 2011, em linha com o crescimento da sinistralidade de mercado apresentada no 1T12, segundo dados da ANS.
    Mercado
    Com base nos dados divulgados pela ANS relativos ao primeiro trimestre de 2012, a SulAmérica cresceu 17,4% em prêmios enquanto o mercado cresceu 15,5%.

    Automóveis
    Prêmios
    O aumento de 5,6% nos prêmios de automóveis na comparação com 2T11 (9,9% entre 2T12 e 1T12) e a redução de 2,8% da frota segurada quando comparada a 6M11 demonstram o efeito da estratégia da Companhia em recompor os prêmios deste segmento, mesmo em um ambiente ainda competitivo.
    Sinistralidade
    Com 67,7%, a sinistralidade do segmento no 2T12 foi 3,5 p.p. acima do registrado no 2T11, mas 1,0 p.p. abaixo do 1T12, o que demonstra a reversão na tendência de aumento deste indicador vista nos primeiros meses do ano.
    Mercado
    Com base nos dados divulgados pela SUSEP (Superintendência de Seguros Privados) acumulados até maio de 2012, a SulAmérica cresceu 2,4% em prêmios, com o mercado crescendo 12,3% na comparação com o mesmo período de 2011. A participação da Companhia no mercado, com 9,8% de market share, caiu 0,9 p.p. na comparação com 2011.

    Ramos Elementares
    Prêmios
    Os prêmios cresceram 1,6% na comparação com 2T11 e 2,2% frente ao 6M11, sendo que as carteiras de produtos focados no varejo, como os seguros massificados e outros ramos (que inclui o portfolio de seguros habitacionais) cresceram 95,4% na comparação entre os trimestres. Isso refletiu a mudança, iniciada em 2010
    Sinistralidade
    O aumento de 7,3 p.p. no 2T12 na comparação com 2T11 se deu, principalmente, pelo aumento na sinistralidade da carteira de transportes e pelo reforço na provisão de passivos contingenciais de processos judiciais realizados no período.

    Pessoas
    Prêmios
    O crescimento no trimestre foi beneficiado, principalmente, pelo aumento de receita de novos contratos de seguro prestamista, modalidade que já corresponde a 11,9% dos prêmios de ramos elementares (+4,1 p.p. a mais do que no 2T11).
    Sinistralidade
    A queda da sinistralidade no 2T12 na comparação com 2T11 foi consequência do movimento da provisão para contigências judiciais nesse trimestre e com o efeito da provisão por insuficiência de prêmios (PIP) ocorrida no 2T11.

    Mensagem da Administração
    Encerramos o trimestre registrando crescimento em todas as nossas linhas de negócio, e mais notadamente no segmento de saúde e odontologia, onde a carteira de produtos para pequenas e médias empresas (PME) cresceu 30% e o seguro odontológico teve aumento de expressivos 40%. Ao mesmo tempo a sinistralidade impactou negativamente nosso desempenho operacional, que, por outro lado, mostra queda nos custos de comercialização e despesas administrativas sob controle. Este é um trimestre em que o comportamento da sinistralidade habitualmente reflete os efeitos da sazonalidade, especialmente no seguro saúde, mas que foi de certa forma agravado pelo ambiente competitivo no segmento de automóveis, também impactado pelo aumento na frequência de roubos e furtos de veículos. Além disso, a redução da taxa básica de juros implicou numa menor contribuição do resultado financeiro, com impacto negativo em nosso lucro no período.

    Curtir

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s