VIVT – TELEFÔNICA BRASIL S.A

VIVT4.bmp

Bovespa: VIVO3, VIVO4; NYSE: VIV

O Grupo Telefônica é um dos três maiores conglomerados de telecomunicações do mundo, pelo critério de número de clientes: são mais de 306 milhões de acessos nos 25 países em que está presente. É gerador de emprego direto para cerca de 286 mil profissionais.

23% é a participação do Brasil da receita do Grupo no mundo

No Brasil, o Grupo Telefônica é o maior conglomerado empresarial privado em atuação, com R$ 33,2 bilhões de receita líquida em 2011 e mais de 86 milhões de clientes.

Empresas do Grupo Telefônica no Brasil
Telefônica SP
Atento
A.Telecom
Terra
TGestiona
TESB
Telefônica Internacional Wholesale Services (TIWS)
VIVO

A Companhia Vivo Participações, empresa do Grupo Telefônica, presta serviços de telecomunicações móveis, telefonia celular, transmissão de dados e internet em todo o território nacional.

Líder no mercado de telefonia celular, Vivo é a líder do mercado de telecomunicações móveis no Brasil desde sua criação, e hoje possui mais de 62 milhões de clientes. A empresa é destaque em todos os indicadores de desempenho e qualidade avaliados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

A Vivo acredita que numa sociedade em rede o indivíduo vive melhor e pode mais. Por isso, tem a missão de criar condições para que o maior número de pessoas possa se conectar, a qualquer momento, em qualquer lugar, vivendo de forma mais humana, segura, inteligente e divertida.

RI : ir.br@telefonica.com

Site: http://www.telefonica.com.br/ri

* Contribuição do Amigo Caio:

“VIVT3 – Ótimo papel para quem deseja proteção, é o tipo de empresa que o Luis Barsi gosta: mesmo quando o cliente não consome, a empresa recebe grana devido a assinatura da linha telefônica.”

Anúncios

30 comentários sobre “VIVT – TELEFÔNICA BRASIL S.A

  1. Telefonica Vivo (VIVT4): A cia teve lucro líquido de R$699,5 milhões no 2T16, queda de 23,2% em relação ao mesmo período do ano passado. Excluindo o impacto não recorrente da provisão para reestruturação organizacional, o lucro líquido foi de R$766,3 milhões, redução de 15,9% ante um ano antes. A empresa atrelou o resultado à maior receita financeira vista no segundo trimestre de 2015 devido a recursos do aumento de capital para a compra da GVT, apesar do melhor resultado operacional no trimestre. De abril a junho, a companhia registrou geração de caixa medida pelo Ebitda de R$3,2 bilhões, alta de 3,7% na comparação anual. O Ebitda recorrente, excluindo despesas com provisão para reestruturação organizacional, somou R$3,3 bilhões, alta anual de 7%.

    Curtir

  2. Telefônica Vivo (VIVT4): O lucro líquido da cia no 1T16, de R$ 1,218 bilhão, superou em 18% a média das projeções de cinco casas ouvidas pela Agencia Estado (Bradesco BBI, BTG Pactual, Credit Suisse, Itaú BBA e UBS), de R$ 1,031 bilhão. O Ebitda reportado da companhia no primeiro trimestre, de R$ 3,788 milhões, veio 16% acima do esperado pelas cinco casas ouvidas, de R$ 3,279 bilhões. No entanto, o Ebitda recorrente, de R$ 3,275 bilhões, ficou em linha com as projeções. Esse indicador é ajustado pela venda de torres no primeiro trimestre no montante de R$ 513,5 milhões. Se considerados valores recorrentes, o lucro líquido ajustado da companhia, de R$ 879,3 milhões, teria sido 15% menor que o esperado.

    Curtir

  3. Telefônica Brasil divulga lucro líquido de R$ 886,2 milhões no 3T15

    A Telefônica Brasil apresentou lucro líquido de R$ 886,2 milhões no 3T15, 16,1% abaixo do contabilizado no mesmo período de 2014, quando o lucro foi de R$ 1,05 bilhão. Tal fato se deve principalmente ao maior nível de depreciação e amortização, somado à maior despesa financeira no período. O lucro líquido acumulado do ano atingiu R$ 2,3 bilhões, contra R$ 4,0 bilhões no 9M14 (-43,1%).

    O Ebitda do 3T15 foi de R$ 3,2 bilhões, contra R$ 3,1 bilhões no 3T14 (+3,6%). No 9M15, o Ebitda foi de R$ 9,4 bilhões, ante R$ 9,2 bilhões no acumulado até setembro do ano anterior (+2,8%).

    A receita líquida da empresa foi de R$ 10,6 bilhões no trimestre encerrado em setembro, avançando 5,2% em comparação com os R$ 10,1 bilhões no 3T14, devido, principalmente, à evolução das receitas de banda larga e TV por assinatura. No 9M15, a receita foi de R$ 31,4 bilhões, ante R$ 29,8 bilhões no 9M14 (+5,2%).

    Curtir

  4. Telefônica Brasil resultado 1T15

    A Telefônica Brasil contabilizou lucro líquido de R$ 579,7 milhões no 1T15, queda de 12,3% frente ao mesmo período do ano passado. A receita líquida foi de R$ 8,98 bilhões no trimestre, alta de 4,3%.

    O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) foi de R$ 2,57 bilhões, avanço de 0,2% na mesma base de comparação. As despesas financeiras líquidas atingiram R$ 217,8 milhões, contra despesa de R$ 88,3 milhões ante 1T14. Tal fato se deve a diferença maior no endividamento líquido médio e impacto do aumento da taxa de juros no período.

    Curtir

Não postar Links, nem referências à sites Externos, Emails, Telefones.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s